Já com times promovidos da Série C da LBFF 1, durante a LBFF 3 os 18 integrantes da Série A se dividiram em três grupos para disputar o título de melhor time de Free Fire do Brasil.

Os 12 melhores times da Fase de Classificação seguiram para a final. Os dois times do fim da tabela foram diretamente rebaixados para a Série B da LBFF 4. Os times do meio da tabela disputaram o Grupo de Acesso para a LBFF 4, com outros oito times da LBFF 3 Série B.

Os quatro primeiros colocados na tabela se classificaram para o Free Fire Continental Series (FFCS). Foram eles: SS e-Sports, Vivo Keyd, Team Liquid e paiN Gaming.


SAIBA MAIS

Terceira temporada da LBFF começa em agosto


Assista: Jogos da LBFF 3

Confira: Fotos da LBFF 3

Campeão e MVP

Disputada em nove quedas, a final da LBFF 3 coroou a SS e-Sports, que havia sido campeã da LBFF 1 Série C e jogava a Série A pela primeira vez. O título de MVP ficou com Cauan, grande revelação da temporada, que somou 138 abates.

Premiações

Eleito pelo público, o Brabo da Galera foi Nobru, que ainda defendia a camisa do Corinthians. Já a Seleção LBFF foi decidida da seguinte forma: a cada rodada, um jogador era eleito pelos casters como destaque. Esses jogadores formaram uma pré-lista, que então foi votada entre todos os jogadores e técnicos inscritos naquela edição. Todos os 18 técnicos também concorreram ao prêmio.

mvR: Revelado na base da Loud, Marllon “mvR” Tebiliar já é veterano da Série A. Depois de passagem pela Team Liquid, o jogador atualmente defende a camisa da Los Grandes, mas foi com o manto do Santos que ele escreveu seu nome na história da Seleção LBFF.

Modéstia: Matheus “Modestia” Henrique, de 20 anos, surgiu no cenário na primeira temporada da LBFF, jogando pela extinta SKS. Campeão pela Vivo Keyd na LBFF 5, “Mod” também foi eleito um dos quatro melhores jogadores da LBFF 3, quando atuou na parceria entre Flamengo e B4.

MemGod: João Pedro “MemGod” Matayoshi foi por muito tempo o principal nome da equipe da FURIA. E apesar do time ter ficado longe do título em ambas ocasiões, o jogador demonstrou uma performance acima da média, garantindo o anel na LBFF 3. Atualmente joga pelo Corinthians – é a primeira vez que vai jogar a LBFF longe dos Panteras.

Cauan7: Cauan “Cauan7” da Silva, atualmente jogador da LOUD, foi a grande estrela da LBFF 3 e do título da SS e-Sports, time que o revelou no cenário nacional. Na ocasião, Cauan7 chegou aos 138 abates em 84 quedas, uma das maiores médias da competição.

Metal (técnico): Victor “Metal”Barbosa foi o técnico responsável pelo título da SS e-Sports na incrível campanha da terceira temporada da Liga Brasileira de Free Fire. Equipe presente no cenário de Free Fire mas com poucas expressividade no universo dos Esports, Metal fez o time da SS brilhar entre tantas outras estrelas da Série A.