A trajetória da Vivo Keyd até Sentosa

Guerreiros vêm de resultados incríveis nas últimas três temporadas nacionais e lutam por um sonho neste sábado

Embora seja invejável a sequência de resultados recentes da Vivo Keyd na LBFF, os Guerreiros não tiveram uma sétima temporada fácil. Marcada por altos e baixos, a campanha chegou a trazer dúvidas sobre a capacidade da equipe liderada pelo experiente DeadGOD. Mas em finais presenciais a camisa tem peso, e a classificação para o FFWS 2022 Sentosa é resultado de um trabalho de longo prazo raramente visto.

—–

Figurinha carimbada desde a primeira edição da Liga Brasileira de Free Fire, a Vivo Keyd é um dos times mais tradicionais do cenário nacional na modalidade. Mas, além de estar presente desde o “início dos tempos”, os Guerreiros sempre tiveram excelentes resultados: com exceção da quarta temporada, em que ficou apenas na 12ª colocação, foram quatro vice-campeonatos e um título, este na emblemática e dominante conquista da LBFF 5.

Os resultados deixavam claro que representar o país numa competição de nível mundial era apenas questão de tempo. Ainda assim, a classificação veio de maneira dramática: depois de um 12º – e preocupante – lugar na fase classificatória da última temporada, uma demonstração clara de força e consistência na grande final.

Em 16 de abril, nos estúdios da Garena, os Guerreiros não começaram nada bem mais uma disputa pelo título. As quatro quedas iniciais foram apagadas, pareciam apenas tornar o tradicional time em um mero coadjuvante. Mas o Booyah na quinta queda reacendeu os ânimos de uma equipe que jamais pode ser questionada e parece gostar de surpreender – sorte a da torcida.

Em uma segunda metade praticamente impecável na decisão, os Guerreiros só não tomaram o título da LOUD porque a Equipe do Hype havia conseguido uma vantagem grande demais. Ainda assim, o resultado servia para um propósito mais do que especial: carimbar o passaporte para Sentosa.

—–

Vivo Keyd

Etapas de Play-In nunca são simples, em qualquer modalidade e em esportes eletrônicos ou não. A pressão existe e atinge até os mais experientes e determinados times e jogadores, e a Vivo Keyd sentiu o peso da responsabilidade. Porém, precisou de apenas uma queda para se estabilizar nos servidores e mostrar o motivo do Brasil ser considerado uma das maiores forças mundiais do Free Fire.

Com seu característico desempenho consistente, os Guerreiros foram os únicos a garantir uma dobradinha e, mesmo sem conseguir a liderança do dia – por apenas dois pontos, diga-se de passagem – garantiram uma vaga na final do FFWS 2022 Sentosa.

Embora isso dê a chance da equipe trazer o troféu para casa, talvez o maior sonho de qualquer organização, ela não pode ser considerada favorita. LOUD e EVOS Phoenix, atuais campeãs nacional e mundial, chegam fortes e com mais chances. Ainda assim, seria injusto considerar surpresa um possível título da Vivo Keyd, que já mostrou gostar de fazer isso no Brasil.

DeadGod, Modestia, General, Nando e Kbção, além do técnico Stark. Esses nomes entram nos servidores na manhã de sábado, dia 21 de maio, com um sonho. E parece certo sonhar junto com eles.

Acompanhe os times do FFWS 2022 Sentosa de qualquer lugar

Os fãs poderão acompanhar, ao vivo, todas as batalhas do FFWS 2022 Sentosa. A final acontece no próximo sábado, dia 21 de maio. No Brasil, o evento será transmitido às 10h (horário de Brasília) na tv aberta pela RedeTV! e na tv fechada pelo SPACE, além dos canais oficiais de esports do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!.

Categorias: Destaques, FFWS, Free Fire