Os detalhes da classificação da Vivo Keyd

Guerreiros garantiram dobradinha e finalizaram o Play-In do FFWS 2022 Sentosa com a terceira colocação

As seis quedas que definiram as quatro últimas finalistas do FFWS 2022 Sentosa aconteceram neste sábado (14), e colocaram mais uma equipe brasileira na busca pelo título da competição mais icônica do Free Fire, a Vivo Keyd.

Os brasileiros mostraram nervosismo na queda de abertura do Play-In, mas logo se recuperaram, garantiram a dobradinha e chegaram aos 82 pontos para ocupar a terceira colocação. 

O topo da tabela da etapa classificatória foi apertado. A ECHO Esports, que garantiu o Booyah de abertura, liderou com 84 pontos, apenas um a mais que a agressiva Attack All Around. A V-Gaming completa a lista de classificados para a disputa do título mundial.

Confira um breve resumo das seis quedas.

Queda 1 – Bermuda

BOOYAH: ECHO Esports (26 pontos)
MVP: Dutzz (ECHO Esports)

Sem surpresas, as 10 equipes começaram a disputa pelas quatro vagas com certo nervosismo e se estudando, sempre buscando rotações mais tranquilas. A primeira eliminação aconteceu apenas aos nove minutos, em uma trocação entre House of Blood e LGDS. 

A Vivo Keyd trocou seus primeiros tiros somente aos 12 minutos. Depois de tentar uma rotação mais atrasada, os Guerreiros encararam a Todak e, se aproveitando de um bom posicionamento, conseguiram superar a equipe malaia sem muita dificuldade. Logo em seguida, a ECHO Esports cobrou os brasileiros, que deram adeus à Purgatório na sexta colocação.

A equipe indonésia foi aos poucos abrindo caminho para um incrível Booyah sobre a Attack All Around, da Tailândia, com direito a 14 abates para abrir o dia com folga na liderança.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Vivo Keyd (20 pontos)
MVP: DeadGOD (Vivo Keyd)

Kalahari começou agitada. LGDS e Fuego se encontraram logo aos dois minutos em Posto de Comando, e os taiwaneses garantiram um belo squad wipe. Logo em seguida, a Vivo Keyd chegou para cobrar seus adversários e assumiu o controle da região.

A queda seguiu tranquila depois dos confrontos iniciais. Os Guerreiros se posicionaram no limite da zona segura e conseguiram cobrar seus adversários para entrar definitivamente na disputa pelo Booyah. 

V-Gaming e Attack All Around também chegaram bem e até tentaram, mas não souberam lidar com o avanço praticamente perfeito da Vivo Keyd. Gelo por gelo, cover por cover. E uma jogada maestral de um gênio chamado DeadGOD. Booyah do Brasil.

Queda 3 – Purgatório

BOOYAH: V-Gaming (16 pontos)
MVP: Roro (LGDS)

Bermuda viu suas primeiras vítimas logo no primeiro minuto, com a Attack All Around eliminando três jogadores da Fuego. Logo em seguida, a LGDS continuou mostrando um bom desempenho e garantiu o squad wipe sobre a Todak.

Enquanto a LGDS colecionava abates, a Vivo Keyd tentava superar a imponente Attack All Around para entrar na zona segura. Sem sucesso: quinta colocação.

O Booyah foi decidido nos detalhes. Ignis e V-Gaming fizeram uma bela disputa, mas os vietnamitas tinham vantagem de recursos e de posicionamento, e garantiram o terceiro Booyah do dia com tranquilidade.

Queda 4 – Bermuda

BOOYAH: Vivo Keyd (24 pontos)
MVP: General (Vivo Keyd)

A Attack All Around começou a queda sem mostrar pudores. Logo aos seis minutos, a equipe já somava cinco abates. Os Guerreiros ensaiavam um confronto contra a All Star, mas decidiram recuar temendo um avanço pelas costas.

Purgatório ganhou ares dramáticos. Trocações marcaram todos os cantos do mapa, mas a Vivo Keyd se mantinha afastada dos combates e sempre priorizando um estilo mais estratégico.

Que deu certo. Os Guerreiros buscaram posição por posição e, com calma, foram somando bons abates e se colocaram no centro da safe – a receita perfeita para brigar por mais um Booyah. Em um duelo intenso contra Bruce, da LGDS, era hora de Nando e General brilharem para garantir a dobradinha brasileira. Sentosa tem um novo dono.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: Attack All Around (22 pontos)
MVP: Keroro (Attack All Around)

A Attack All Around começou Kalahari com sua característica agressividade, mas acabou sofrendo nas mãos da V-Gaming e precisou recuar para repensar a estratégia.

Logo em seguida, os Guerreiros compraram uma trocação contra a Fuego, lanterna momentânea, mas foi vítima do azar e acabou perdendo três de seus jogadores – tudo ficou nas mãos do experiente DeadGOD.

Depois da dobradinha, as coisas não foram fáceis para a Vivo Keyd em Kalahari, mas DeadGOD conseguiu garantir uma importante quarta colocação.

ECHO, Attack All Around e V-Gaming chegaram completas na briga pelo Booyah. E a Triple A teve sua agressividade recompensada e garantiu sua primeira vitória no Play-In. Booyah tailandês.

Queda 6 – Purgatório

BOOYAH: Ignis Esports (21 pontos)
MVP: Carlos (Ignis)

Os Guerreiros chegaram na última queda do Play-In com uma missão simples: jogar de forma segura. 

As quebras de call foram imediatas. Todak e Fuego se encontraram em Central logo no fechar dos paraquedas: era hora da despedida da Fuego do mundial. Logo em seguida, a Todak também deu adeus ao sonho ao cair nas mãos da LGDS.

Cada confronto da queda colocava a Vivo Keyd mais perto da final do FFWS 2022 Sentosa. A estratégia de evitar confrontos foi perfeita, e as últimas zonas seguras ajudaram os brasileiros, que chegaram a disputar o Booyah contra a Ignis, mas foram superados graças a desvantagem numérica. 

Ainda assim, a classificação já estava garantida e a Vivo Keyd se junta à LOUD na disputa pelo título mais icônico do Free Fire.

Classificação

A classificação final dos Play-ins do FFWS 2022 Sentosa ficou assim:

O MVP do Play-In

 Keroro,d a Attack All Around, chegou aos 16 abates no dia, o maior número em um Play-In de mundial. Carlos, da Ignis Esports, e Dutzz, da ECHO Esports, completaram o top 3 do dia com 14 e 13 abates respectivamente.

Acompanhe os times do FFWS 2022 Sentosa de qualquer lugar

Os fãs poderão acompanhar, ao vivo, todas as batalhas do FFWS 2022 Sentosa. A final acontece no próximo sábado, dia 21 de maio. No Brasil, o evento será transmitido às 10h (horário de Brasília) na tv aberta pela RedeTV! e na tv fechada pelo SPACE, além dos canais oficiais de esports do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!.

Categorias: Destaques, FFWS, Internacional