Boletim do Grupo de Acesso

12 times. Quatro Vagas. O Grupo de Acesso decidiu os últimos participantes da Série A da oitava temporada da Liga Brasileira de Free Fire

Após um fim de semana marcado pelo título inédito da LOUD, nove quedas decidiram os quatro últimos participantes da próxima temporada da Liga Brasileira de Free Fire. O temido Grupo de Acesso aconteceu neste sábado (23) e registrou a volta da TSM FTX para a elite, a classificação da valente Civil e a permanência de Miners e Real e-Sports.

Depois de uma Série B exemplar, TSM FTX e Civil e-Sports finalmente conquistaram a vaga. A Civil veio de uma campanha impressionante, terminou a Grande Final empatada em pontos com a paiN Gaming e não desistiu do sonho, garantiu um Booyah e 103 pontos frutos da regularidade para carimbar o passaporte para a elite nacional. Vale destacar mais um brilhante desempenho de MitoMVP, que dominou o dia com 19 eliminações em nove quedas e garantiu o maior número de abates na primeira fase, Grande Final e também no Grupo de Acesso.

Já a Team SoloMid, uma gigante mundial dos esports, finalizou a Grande Final da Série B em terceiro lugar, mas dominou de fora a fora o Grupo de Acesso, garantiu a dobradinha e 55 abates, maior marca da tarde, e chegou aos 115 pontos que deixam um recado para o cenário competitivo.

Já a Miners e a Real viveram tempos sombrios na Série A durante a sétima temporada e por pouco não foram rebaixadas diretamente. Ambas chegaram cercadas de dúvidas e carregadas de pressão no Grupo de Acesso, mas souberam impor seu ritmo de jogo, garantir bons pontos por colocação e, acima de tudo, consistência. A Miners garantiu uma dobradinha, 33 abates – menor número entre os classificados – e chegou aos 101 pontos. Já a Real foi mais agressiva, anotou 43 eliminações, um Booyah e somou 99 pontos para se manter na elite.

Por outro lado, NTX e 00 Nation estão oficialmente rebaixadas. A NTX ficou perto da classificação, mas deu adeus às chances na queda decisiva, quando foi rapidamente eliminada e parou nos 74 pontos. Já a 00 Nation cai em sua temporada de estreia na LBFF e fez um Grupo de Acesso marcado por tentativas frustradas de quebras de call, principalmente contra a TSM FTX.

A classificação final do Grupo de Acesso ficou assim:

classificação-grupo-de-acesso

Queda a queda

Confira os Booyahs e os três primeiros colocados de cada uma das nove quedas disputadas no Grupo de Acesso.

– Purgatório –

Queda 1

Booyah!: TSM FTX (+29 pontos)
Stars Horizon: +19 pontos

NTX e Miners: +16 pontos

Queda 4

BOOYAH: Miners (+18 pontos)
Real e-Sports: + 22 pontos
NTX: +17 pontos

Queda 7

BOOYAH: TropiCaos (+20 pontos)
Seven TV: +18 pontos
Xis OG Life: +15 pontos

– Kalahari –

Queda 2

Booyah!: Real e-Sports (+18 pontos)
FLQ: +15 pontos
Miners: +13 pontos

Queda 5

BOOYAH: TSM FTX (+29 pontos)
Civil: +15 pontos
Xis OG Life: +14 pontos

Queda 8

BOOYAH: Civil (+21 pontos)
Real e-Sports: +21 pontos
TSM FTX: +16 Pontos

– Bermuda –

Queda 3

BOOYAH: NTX (+22 pontos)
Civil: +19 pontos

Seven TV: +18 pontos

Queda 6

BOOYAH: Miners (+18 pontos)
Civil e Seven TV: +14 pontos
TSM FTX e TropiCaos: +12 pontos

Queda 9

BOOYAH: Xis OG Life (+27 pontos)
Miners: +15 pontos
AmazonCripz e Seven TV: +14 pontos

Os classificados para a Série A da LBFF 8

Tudo está decidido. A Série A da oitava temporada da Liga Brasileira de Free Fire contará com os seguintes times:

classificados-série-a-lbff-8

O Mundial vem aí

Entre os dias 14 e 21 de maio, o Free Fire World Series 2022 Sentosa tomará conta do cenário global. LOUD e Vivo Keyd serão as representantes brasileiras na edição. Enquanto a LOUD já está garantida na final, a Vivo Keyd participará da fase classificatória.

Ação onde você estiver

Os fãs poderão assistir à ação de onde eles estiverem, já que as fases classificatórias e finais do FFWS 2022 Sentosa serão transmitidas na tv aberta pela RedeTV! e na tv fechada pelo SPACE, além da exibição nos canais oficiais da Garena no YouTube e na BOOYAH!.

Para mais informações de Free Fire, acompanhe as redes sociais da Garena no Facebook, Instagram, Twitter e TikTok.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Boletim, Destaques, Free Fire, LBFF
Tags: , , ,