#LBFF 7 – Boletim da primeira semana

Confira o primeiro Boletim LBFF 7, com tudo o que aconteceu na semana de estreia da sétima temporada da Liga Brasileira de Free Fire

98 dias. Esse foi o tempo que esperamos pelo retorno da maior competição nacional de Free Fire. A sétima temporada começou nos dando uma boa ideia do que esperar de 2022 e mostrando que os três últimos campeões continuam em grande forma. Renovada – e até mesmo questionada -, a B4 conseguiu manter uma consistência impressionante, com Yago sendo novamente o nome dos Bastardos dentro dos servidores. Os 121 pontos e a quinta colocação são um belo início para uma equipe que ainda deve encontrar o entrosamento ideal nas mãos do talentoso Machado.

Já a Vivo Keyd continua imponente. A equipe chega com o mesmo elenco que saiu vitorioso da LBFF 5 e prova que manter as bases pode render bons frutos. Com um desempenho consistente no domingo, os Guerreiros chegaram a dormir na liderança, mas viram um agressivo Fluxo mostrar que nem só de Booyahs se faz um líder. A agressividade do Fluxo impressiona: são 78 abates em 12 quedas, número muito superior ao de qualquer adversário.

Os 66 pontos por colocação da nova casa de Ousado contrastam com a estratégia da GOD Unidas, uma das gratas surpresas da primeira semana. A equipe voltou da Série B e já garantiu 80 pontos por colocação, três Booyahs, com direito a um show de posicionamento e rotações na rodada de abertura, e o terceiro lugar na tabela. Quem também chega bem da Série B é o BD Vasco: os atuais campeões da Série de Acesso mostraram que não estão na elite por coincidência, e assumiram a quarta colocação, o que eleva ainda mais os ânimos de uma equipe acostumada a encantar.

Outra boa estreia foi a do Magic Squad. GodKill e Bops provaram que podem ser protagonistas de uma equipe que ainda vai lutar por espaço, mas que tem tudo para fazer uma grande campanha. Por outro lado, quem ficou devendo foi a Team Liquid. A Cavalaria chega com ares de favorita com parte do elenco que defendia a SS e-Sports, mas ainda não conseguiu apresentar a consistência característica de um time que tem Mts como destaque.

Na parte debaixo da tabela, a Loud não começou bem. Acometidos por certa irregularidade, a equipe até fez boas apresentações e conseguiu um Booyah, mas o 15° lugar preocupa quando falamos de um dos elencos mais experientes da temporada. Assim como a Netshoes Miners, que repete o início desastroso da LBFF 6 e não pode mais culpar a falta de entrosamento. Por fim, Real e Liberty se complicaram ao disputarem a call de praticamente todas as quedas de segunda-feira e vão precisar rever suas estratégias para sair da zona de risco.

boletim-lbff 7-classificação

Resumo das rodadas

A volta da GOD Unidas

A rodada de abertura foi logo marcada por uma surpresa. A GOD Unidas voltou para a Série A e deu um show de estratégia, conseguindo a dobradinha e assumindo a liderança do primeiro dia de LBFF 7, com 78 pontos. Quem também começou com o pé direito foi a Nitroxx, que vem se consolidando cada vez mais na Série A: o Booyah na segunda passagem por Kalahari e os 66 pontos animam uma equipe que mais uma vez chega renovada. Para manter a tradição e o favoritismo, a B4 fechou o top 3 da rodada de abertura, garantindo o Booyah derradeiro e dormindo na terceira colocação – mesmo com um elenco que sofreu importantes perdas, a liderança de Machado impressiona.

Por outro lado, Loud e Miners pareciam nem ter entrado nos servidores. Dois dos times mais experientes do cenário simplesmente não se encontraram no primeiro dia e claramente podem mais.

Quem não surpreendeu ninguém foi Syaz. A estrela do Fluxo mostrou que quer a coroa de MVP e abriu a temporada com 12 abates – mas o melhor ainda estava por vir. Ousado, uma das maiores contratações da temporada, alcançou 11 eliminações.

Vivo Keyd em sua melhor forma

Regularidade. A palavra mais lembrada da LBFF é recompensadora, e se existe uma equipe que domina o quesito é a Vivo Keyd. Os Guerreiros deixaram claro que chegaram para lutar pelo bicampeonato e estabeleceram um novo recorde pessoal: 99 pontos em uma única rodada. A liderança temporária foi o resultado de um domingo opressor, com direito a dobradinha e 47 abates.

Os Bastardos abriram a rodada com o Booyah, mas não conseguiram acompanhar o ritmo da Keyd e ficaram com a vice-liderança no dia de estreia de Magic Squad e Liberty, que provaram que podem ser protagonistas na elite.

Quem não tem muito o que comemorar são Meta Gaming e Tropa. Os times somaram apenas 34 pontos e amargaram o pior desempenho do domingo. Além disso, a Miners voltou a jogar mal e já pode ligar o sinal de alerta.

A agressividade recompensada do Fluxo

Uma segunda-feira de recordes. Syaz estabeleceu um novo marco: 20 abates em uma única rodada. Além do número, o que impressiona é saber que a revelação de 2021 do Fluxo pode muito mais, ainda mais com Ousado ao seu lado. O Fluxo manteve a estratégia agressiva e mostrou que não precisa de Booyahs para ser líder: 90 pontos, sendo 48 abates – chega a ser preocupante… para as outras equipes.

Quem também teve um desempenho notável no encerramento da semana de abertura foi o BD Vasco. Atual campeão da Série B, a equipe liderada por Hender mostrou que não chegou na elite por coincidência, garantiu a dobradinha e somou 72 pontos, o suficiente para ultrapassar a B4 e assumir a quarta colocação. A GOD voltou a se apresentar bem, mesmo sofrendo um pouco no início da noite. A terceira colocação temporária é resultado de uma estratégia bem implementada pelo técnico Ninja.

Do outro lado da tabela, a Loud teve uma segunda-feira de altos e baixos. Ainda assim, o Booyah e os 54 pontos – e um show de Kroonos na última queda – dão tranquilidade para a torcida: há muito potencial ali, só falta encontrar o melhor estilo de jogo. Por fim, quem amarga a lanterna é o Real. As disputas de call com a Liberty não foram boas para nenhum dos lados e as estratégias devem ser diferentes na próxima semana.

Relembre tudo o que aconteceu

MVP da LBFF 7

Syaz impressiona. A grande estrela do Fluxo somou 32 abates ao longo das 12 primeiras quedas da competição, média raramente vista na LBFF. Ousado, também do Fluxo, promete uma briga interna pelo MVP da temporada e chegou às 24 eliminações. Yago, atual campeão pela B4, e VitinXP, que chegou recentemente ao Corinthians, garantiram 19 abates e estão de olho na coroa. DeadGod, da Vivo Keyd, completa o top 5 com 18.

Calendário da Semana 2

A LBFF 7 volta no próximo sábado para sua segunda semana de Fase de Grupos:

12/02 – Sábado (13h): Rodada 4
13/02 – Domingo (13h): Rodada 5
14/02 – Segunda (20h): Rodada 6

Acompanhe a LBFF 7

Com rodadas triplas transmitidas em TV aberta e fechada, a série A da LBFF 7 será realizada aos sábados e domingos às 13h (horário de Brasília) com exibição na RedeTV! (TV aberta) e às segundas-feiras, às 20h (horário de Brasília) com exibição no SPACE (TV fechada), além do YouTubeBOOYAH e TikTok. Os fãs também poderão acompanhar um compacto dos melhores momentos da rodada, que será exibido nas madrugadas das segundas para terças-feiras, à 00h30, na Rede TV!.

Acompanhe a LBFF ao vivo no canal oficial de Esports no YouTube e nos perfis no TikTokFacebookInstagram e Twitter, siga a hashtag oficial #LBFF e fique ligado em nosso site oficial.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Boletim, Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: