“Queremos fazer mais história”, diz Machado, técnico campeão pela B4

Machado é o líder da equipe campeã da sexta temporada da LBFF e conta um pouco sobre o título e as aspirações para o futuro.

O título da B4 vai além do talentoso elenco da equipe. Nas mãos do técnico Machado, a campeã da LBFF 6 traçou uma trajetória incrível ao longo de toda a segunda metade de 2021 e a taça foi o resultado de um trabalho praticamente impecável.

Um trabalho de longo prazo, que fez toda a diferença ao longo da sexta temporada: “O diferencial foi o foco. Todos da comissão técnica, jogadores e diretoria estavam alinhados e focados 100%. Além disso, é preciso destacar o trabalho a longo prazo de cinco ou seis meses com o elenco.”, diz Machado. Depois de dominar toda a fase de grupos, a B4 quase foi surpreendida na Grande Final por uma imponente Vivo Keyd, que resolveu dar trabalho nas quedas finais e lutar por um ainda inédito bicampeonato.

Mas os pontos bônus que podem parecer pouco e foram conquistados após o primeiro lugar absoluto na fase inicial do campeonato garantiram o troféu para os Bastardos: “O bônus foi muito importante. Nós fomos campeões com a diferença de três pontos. Trabalhamos cada rodada como uma final e levamos a mesma filosofia para a disputa do título, queda a queda.”

machado-b4-lbff-6
B4 foi a grande campeã da LBFF 6 – Imagem: Garena/Divulgação

Agora, a Liga Brasileira de Free Fire entra em recesso. A sétima temporada chega em breve, mas é tempo de descanso. Esse período mais calmo do cenário competitivo pode influenciar no desempenho da equipe no split seguinte, ainda mais quando consideramos que campeões podem se acomodar.

Mas Machado já traça os planos para o futuro e planeja um 2022 glorioso para a B4, não só nacionalmente: “Vamos chegar com o mesmo foco. Conquistamos o Brasil e quebramos vários recordes, mas queremos fazer mais história e o time está com sede de disputar o mundial. Vamos intensificar ainda mais os trabalhos.”

Em elenco que está ganhando não se mexe. O ditado popular parece ser o mantra da B4 na próxima temporada: “Não temos planos de mexer no elenco. Caso aconteçam imprevistos, temos jogadores bases com potencial que inclusive estrearam nas classificatórias muito bem”, esclarece Machado.

Por fim, o capitão que escreveu seu nome na história da LBFF fala sobre seus planos para o futuro: “Meu plano é fazer história. Ser o primeiro coach bi-campeão e disputar o mundial – meu grande sonho.”

Audiência da Liga Brasileira de Free Fire 6 

A final da Liga Brasileira de Free Fire 6 (LBFF), que aconteceu no último dia 30 de outubro, atingiu um pico de mais de 599 mil espectadores simultâneos em plataformas digitais (nossos canais do YouTube, Facebook, TikTok a BOOYAH, plataforma de streaming da Garena), além de uma média de mais de 174 mil pessoas acompanhando as transmissões. Ao mesmo tempo, pela primeira vez, a final foi transmitida também no canal de TV paga SPACE, onde atingiu pico de 0.71 pontos de audiência, tornando o canal mais assistido da TV paga entre pessoas de 12 a 24 anos*. No total, foram 340 mil pessoas alcançadas pela transmissão na TV. 

Para mais informações de Free Fire, acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagramTwitter e TikTok.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A