b4-lbff-6

TSM se recupera e aguarda; B4 domina e estabelece recorde

Avassaladora, B4 estabelece recorde de abates em uma única rodada na temporada. TSM FTX se recupera, mas apenas assiste rodada decisiva.

Chegamos ao penúltimo dia da Fase de Grupos da LBFF 6 e a B4 não se cansa de surpreender. Em um dia dominado de ponta a ponta, os Bastardos garantiram a dobradinha logo nos primeiros mapas da rodada, anotaram 48 abates – recorde da temporada até aqui – e somaram nada menos do que 91 pontos. Os destaques do dia avassalador foram LobatoAM e Yago.exe: juntos, eles foram responsáveis por 30 eliminações.

Nitroxx Top10 e Corinthians também tiveram um bom desempenho e estão classificadas com tranquilidade. Com 58 pontos neste domingo, o Timão assumiu a vice-liderança, mas não joga nesta segunda-feira e pode perder a posição para Fluxo e SS e-Sports. Já a NT10 somou 61 pontos e ocupa a quinta colocação, mas aguarda o resultado da LOUD na rodada decisiva para ver quantos pontos levará para a disputa do título.

Em sua última rodada na Fase de Grupos, a TSM FTX precisava e conseguiu uma bela recuperação. Os estreantes garantiram 56 pontos e fecharam a participação na LBFF com um Booyah. Agora, eles aguardam os resultados da última rodada e ficarão na torcida contra FURIA e Real e-Sports. FURIA que se complicou novamente: os Panteras vinham em uma bela jornada de recuperação, mas amargaram a pior pontuação do dia, apenas 22 pontos, e voltaram para a zona de rebaixamento. São 44 pontos de diferença para a TSM FTX, marca que pode não ser tão simples de alcançar sob pressão.

Confira um breve resumo das quedas válidas pela 17ª Rodada da LBFF 6, disputada entre os Grupos C e A.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH – B4: +21 pontos
Nitroxx Top10 e TSM FTX: +12 / Corinthians: +11 pontos

FURIA e Tropa começaram Purgatório com uma trocação honesta, mas quem se aproveitou foi a Real e-Sports, que nem havia sido convidada pra brincadeira e, lutando contra o rebaixamento, garantiu três abates e mandou a Tropa pro lobby. Logo em seguida, eles eliminaram os jogadores restantes da FURIA e complicaram ainda mais a vida dos Panteras, que ousam sonhar com uma classificação milagrosa.

O sonho da Real não durou muito. Em uma das rotações, a equipe se viu entre TSM FTX e Team Coda Solid: não havia para onde correr e os recursos de proteção rapidamente se esgotaram – a situação na tabela continua complicada. Empolgada, a TSM ainda eliminou a Team Coda Solid em uma bela jogada de Nappon, que restou como único sobrevivente para tentar a melhor colocação para seu time.

Já não havia mais onde se esconder quando B4 e Corinthians disputaram o Booyah. Os líderes da competição mostraram que não estão lá por coincidência e Yago foi o grande destaque dos Bastardos e MVP da queda, com seis eliminações na conta.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1449776538963091458

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH – B4: +24 pontos
Real e-Sports: +18 pontos / Nitroxx Top10: +13 pontos

As coisas demoraram a esquentar em Kalahari. Quem abriu a contagem de eliminações foi a Vivo Keyd, que não teve muitas dificuldades em mandar a TSM FTX pro lobby.

Logo em seguida, em uma luta direta contra o rebaixamento, Real e FURIA se encontraram novamente. A Real e-Sports mostra que entrou nos servidores decidida a fugir da Série B e mandou os Panteras rapidamente para o lobby. Como resultado, a equipe sai temporariamente da zona de rebaixamento direto.

Dessa vez, os líderes da competição contaram um pouco com a sorte e se aproveitaram do fechamento favorável da zona segura. Com a vantagem de posicionamento, não foi muito difícil eliminar os adversários que se atreviam a aparecer e garantir um belo Booyah sobre a Nitroxx Top10, que ainda tinha vantagem numérica – imparável, B4.

O destaque da queda foi Fon, da Real e-Sports, que garantiu seis abates e ajudou sua equipe a somar 18 pontos na primeira passagem por Kalahari.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH – LOUD: +17 pontos
TSM FTX: +17 pontos / Bonde: +13 pontos

Os paraquedas nem se fecharam em Bermuda e TSM e Real já estavam em trocação. Dessa vez, a TSM conseguiu se dar bem e garantiu um rápido squad wipe, interrompendo o ímpeto da Real na rodada.

Quem também não se deu nada bem foi a FURIA, que deu de cara logo com os líderes do campeonato durante uma rotação. Os Bastardos não tiveram misericórdia e mandaram os Panteras rapidamente pro lobby e de volta para a zona de rebaixamento. A B4 não resistiu até o final e foi eliminada pelo Corinthians, em grande jogada do menino Bops.

Quem conseguiu fazer uma rotação tranquila foi a LOUD, que não encontrou nenhuma equipe em seu caminho e chegou tranquilamente na zona segura para brigar pelo Booyah. Depois de confrontos intensos, restaram apenas as desfalcadas TSM e Bonde, que não conseguiram resistir à força da equipe do hype.

O destaque de Bermuda foi Broco Fé, da TSM, que garantiu quatro abates para seu time e ajudou sua equipe a somar 17 pontos, mesma quantidade que a LOUD.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH – Corinthians +22 pontos
B4: +17 pontos / Bonde: +13 pontos 

FURIA e Real novamente se encontraram no início da queda. Os Panteras rapidamente eliminaram um dos jogadores da Real, mas não conseguiram perseguir e eliminar o restante de suas presas. Logo em seguida, Tropa e FURIA reeditaram o confronto da primeira queda, desta vez com uma chuva de granadas. Em uma jogada apreciada pela voz misteriosa, ambas as equipes caíram de forma quase misteriosa durante a trocação.

Corinthians e B4 vinham eliminando impiedosamente seus adversários rumo ao duelo final, que também tinha o Bonde esperando por uma oportunidade. O Timão se movimentou melhor e, quando conquistou a vantagem numérica, apostou no rushadão para garantir o Booyah!

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH – Team Coda Solid: +23 pontos
Real e-Sports e B4: +12 pontos / Nitroxx Top10: +11 pontos

Voltamos ao mapa mais quente do Free Fire e, dessa vez, tivemos muitas trocações iniciais, mas nenhuma equipe rapidamente eliminada. A primeira visita ao lobby foi agendada apenas aos 12 minutos, com a eliminação do Corinthians. Quem também não resistiu durante muito tempo foi a TSM FTX que, depois de algumas quedas com bom desempenho, volta a sofrer e corre o sério risco de ser rebaixada, uma vez que esta é sua última rodada na Fase de Grupos.

As coisas ficaram rapidamente quentes em Kalahari e menos de dois minutos depois a disputa pelo Booyah já estava aberta. Real e FURIA se deram bem e somaram bons pontos, mas a Team Coda Solid se aproveitou do bom posicionamento para eliminar os jogadores da Real e, logo em seguida, da Nitroxx Top10 para garantir o Booyah.

O destaque da queda é Qualy, da TCS, que garantiu seis abates na reta final.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH – TSM FTX: +20 pontos
Vivo Keyd: +13 pontos / B4: +12 pontos

Bermuda começou com um belo duelo entre B4 e FURIA. As coisas ficaram tensas e os Panteras não resistiram à pressão dos Bastardos – o resultado encerra o dia da FURIA, que volta aos servidores nesta segunda para lutar contra o rebaixamento direto.

Quem também não fez uma boa rodada foi a Meta Gaming, que foi eliminada sem muitas dificuldades pela TCS e praticamente garantiu sua classificação para a Grande Final.

Real, TSM e Vivo Keyd chegaram aos confrontos finais do dia. Desfalcada, a Real foi a primeira a cair e, de maneira impressionante, os estreantes eliminaram os atuais campeões da LBFF para garantir o Booyah – o terceiro na competição – e encerrar sua participação na fase de grupos. Em um dia “all in”, a TSM garantiu 56 pontos em sua última rodada na temporada e aguarda os resultados da segunda-feira.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1449811874237800454

Classificação

Após a 17ª rodada, a classificação da LBFF 6 ficou assim:

A LBFF 6 volta nesta segunda-feira, dia 17 de outubro, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook. Não esqueça de conferir também o nosso Boletim da Série B da LBFF 6!

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , ,