Segue o Fluxo – O novo recorde de pontos da LBFF 6

Nobru dá as caras, mostra que é apelão e guia Fluxo em rodada brilhante, com direito à recorde de pontos em uma única rodada da LBFF 6.

Se nas últimas semanas o Fluxo passou por altos e baixos, o mesmo não pode ser dito na noite da 15ª rodada da LBFF. O time de Nobru – que aparece só pra mostrar que é apelão – dominou a noite e, não satisfeito com três Booyahs, bateu o recorde de pontos em uma única rodada da sexta edição da Liga Brasileira de Free Fire. Liderada por JapaBKR, o Senhor LBFF, o Fluxo fechou a rodada com nada menos que 95 monstruosos pontos. Com uma atuação tão imponente, não houve chance para os outros times. Ainda assim, a SS e-Sports novamente mostrou toda sua consistência e somou 69 pontos, seguida de perto pela Tropa, com 68.

Por outro lado, quem decepcionou novamente foi a Xisde, que somou apenas 24 pontos na rodada e segue em uma situação delicada na lanterna da competição. Já a FURIA até vem apresentando uma melhora notável e começou bem a noite, mas não conseguiu manter o desempenho e somou apenas 36 pontos – suficientes para ultrapassar a TSM FTX e respirar na temporada.

destaque-rodada-15-fluxo

Confira um breve resumo das quedas válidas pela 15ª Rodada da LBFF 6, disputada entre os Grupos B e C.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH – Fluxo: +23 pontos
AmazonCripz e Tropa: +15 pontos / FURIA: +11 pontos

Purgatório veio tranquila, com o primeiro confronto acontecendo apenas com seis minutos, quando Real e Xisde começaram uma trocação. A AmazonCripz assistia de longe, apenas esperando o melhor momento e, quando ele chegou, avançou para eliminar as duas equipes que estavam distraídas e contabilizar importantes pontos por abate. Enquanto isso, do outro lado do mapa a Los Grandes complicou a vida da LOUD pro resto da queda ao derrubar dois jogadores deles.

O bom início da AmazonCripz alavancou uma boa atuação durante a queda, com a equipe chegando até as cabeças para disputar o Booyah com o Fluxo. O problema é que a noite era da rapaziada de Nobru. Não bastando o nível de bala que o time tem, a zona segura fechou de forma favorável para eles, fazendo com que a AmazonCripz tivesse que rotacionar no aberto, sendo pega com facilidade. Booyah do Fluxo e destaque par JapaBKR, destaque da queda com sei abates.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH – Fluxo: +20 pontos
Meta Gaming e B4: +14 pontos / FURIA: +12 pontos

Kalahari veio quente logo de cara, com Tropa e Real disputando espaço na área azul, com cada um perdendo um jogador. Alguns minutos se passaram, mas a Real não desistiu e caçou os adversários, conseguindo mandar a Tropa para o lobby. Uma pena que apareceu uma AmazonCripz no caminho da Real, que também disse adeus à queda.

Final de queda, trocação insana, Meta Gaming aparecendo para jogo distribuindo bala pra todo lado. Quem também distribuiu tiro foi a a FURIA, que mostrou que realmente não quer somente escapar do rebaixamento, mas almeja brigar por uma vaga na grande final. O problema para as Panteras é que tinha um Fluxo no caminho, que, mais uma vez se posicionando muito bem, administrou a vantagem para garantir a dobradinha logo no início da rodada. Mesmo sendo eliminado um pouco antes, o destaque ficou com Yago, da B4.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH – SS e-Sports: +28 pontos
Los Grandes: +15 pontos
/ Tropa: +12 pontos

AmazonCripz e Netshoes Miners disputaram call em Sentosa, com a ACZ levando a pior e perdendo três jogadores logo de cara. Didi aplicou a lendária técnica do Waza-ari, mas foi derrubado minutos depois, fazendo com que seu time caísse em último lugar e com apenas um ponto por abate. Em boa trocação, a FURIA derrubou a Meta Gaming, ao mesmo tempo que a SS e-Sports aproveitou que a safe derrubou três jogadores da Miners para apenas coletar os pontos de abate.

Aliás, o Esquadrão Suicida foi bem durante a queda, coletando abates e chegando até o final para enfrentar Los Grandes e LOUD. Só time grande na trocação, mas a SS mostrou que aquela queda era realmente deles, eliminando a LOUD, pra depois mandar a Onda Laranja de volta para o lobby e garantir o booyah. Destaque para Mts007, que com cinco abates foi o MVP da queda.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH – B4: +22 pontos
SS e-Sports: +19 pontos / Los Grandes: +12 pontos

Se o dia estava bom para o Fluxo, o mesmo não pode ser dito sobre a Xisde, que logo na sua primeira rotação em Purgatório foi punida de dois lados por AmazonCripz e Real – a ACZ ainda conseguiu pegar um abate pra cima da Real na brincadeira. Outro destaque da primeira metade da queda foi a confusão entre B4, Netshoes Miners e FURIA, com os Panteras levando a pior e sofrendo abate dos dois times adversários. BielGOD se tornou uma Pantera solitária, mas ainda conseguiu alguns abates no restante da queda e bons pontinhos por posição.

Já na disputa pelo Booyah, quem deu as caras foram os Bastardos, que mostraram porquê estão na liderança isolada da primeira fase da LBFF 6. Eles souberam utilizar a vantagem do terreno superior no fechamento da zona segura para punir a SS e-Sports e a Netshoes Miners, garantindo seu Booyah na noite. Mesmo sem a vitória, Mts mais uma vez foi destaque, com cinco abates – o homem não tem freio.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH – Fluxo: +23 pontos
Real e-Sports: +14 pontos / SS e-Sports: +12 pontos

A Xisde não sorriu nesta nesta segunda-feira. Mais uma vez a equipe disputou call com a Real e logo de cara perdeu três jogadores, com apenas Debbszada ficando viva. Ela ainda conseguiu uma oitava posição, mas foi pouco para um time que precisa pontuar para manter o sonho vivo. Quem também não se deu muito bem foi a LOUD, que trocou contra a Netshoes Miners e levou a pior, perdendo dois jogadores e, logo em seguida, mais um para a o Suicide Squad. Outro destaque da primeira metade de queda foi Kiled, da Tropa. Um dos grandes nomes desta LBFF 6, o jogador mostrou que é bom o suficiente para derrubar todo mundo com suas poderosas granadas – inclusive ele mesmo. Alô voz misteriosa?

Existe um ditado popular que diz que mineiros comem quieto, logo acabam repetindo e comendo duas vezes. FON da Real é mineiro de coração. Isso porque Fluxo e SS e-Sports sobraram ao final para uma trocação insana, com o Fluxo atropelando os jogadores da SS. Suicide Squad eliminado, mas cadê o Booyah? Bem, segurando uma segunda posição respeitável, FON observava toda a trocação de longe, mas não foi capaz de oferecer muita resistência ao Fluxo, que garantiu seu terceiro Booyah da noite. O destaque individual foi Syaz, MVP da queda com quatro abates.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH – Tropa: +23 pontos
Real e-Sports: +15 pontos / Fluxo: +12 pontos

A primeira metade a última queda do dia mais parecia a decisão de um Booyah com tanta confusão. Primeiro tivemos Real e AmazonCripz brigando por espaço no Hangar, com direito a provocação do jogador da Real pra cima da ACZ. Na brincadeira, a AmazonCripz perdeu três jogadores e a Real, dois. Depois dessa primeira trocação, um sururu danado aconteceu no meio de uma safe ainda bem grande. Tudo começou com a SS e-Sports e Fluxo em uma trocação tímida, com o Suicide Squad desistindo do confronto e se movimentando. Na rotação, deram de cara com a Los Grandes e aí a confusão foi generalizada. Fluxo e Los Grandes puniram a SS, para logo depois a Xisde aparecer na brincadeira. Mas calma, ainda tinha espaço para LOUD e FURIA completarem a disputa. Sinceramente, nem deu pra ver muito o que aconteceu.

Depois de toda a confusão, a Tropa, que não tinha nada a ver com nada, chegou ao final com seus quatro jogadores. Aproveitando a vantagem numérica, ligaram o modo rushadão e foram para cima do Fluxo, evitando que a equipe de Nobru igualasse o recorde da B4, com 4 Booyah em uma única rodada. Depois desse wipe, restava apenas a Real e seus dois jogadores restantes. A Tropa quase conseguiu a proeza de se complicar em um 4×2, mas Kiled, que derruba até ele mesmo, conseguiu a eliminação derradeira e garantiu o Booyah e o destaque da queda, com cinco abates.

Classificação

Após a 15ª rodada, a classificação da LBFF 6 ficou assim:

A LBFF 6 volta no próximo sábado, dia 16 de outubro, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook. Não esqueça de conferir também o nosso Boletim da Série B da LBFF 6!

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , , ,