serie-b-rodada-11

De novo eles? Vasco domina mais uma rodada na Série B e se isola na ponta

Imparável, o Vasco mantém a média de pelo menos 80 pontos por rodada e se isola na liderança após a 11ª rodada da Série B da LBFF 6.

Implacáveis. Se a camisa do Vasco pesa, os jogadores do Gigante da Colina parecem lidar muito bem com a pressão. Hender que o diga. Em mais uma noite inspirada, a sensação da equipe garantiu 17 eliminações e lidera com folga o ranking de abates da Série B. Já o Vasco, garantiu mais uma dobradinha e mantém sua média de pelo menos 80 pontos por rodada, se isolando completamente na liderança.

São 54 pontos de vantagem sobre a Tropa do Bruxo, um dos grandes destaques do split e que novamente teve um bom desempenho, com um Booyah e mais 67 pontos para chegar na vice-liderança.

Recém rebaixada da Série A, a GOD Unidas vem mostrando que quer seu lugar de volta na elite. Mesmo sem Booyah, eles garantiram o segundo melhor desempenho do dia, 72 pontos, e já aparecem na terceira colocação, encaminhando uma classificação tranquila. A Mansão Rei também merece créditos – com 57 pontos, a equipe fechou o dia com chave de ouro, coroada por um desempenho consistente que a coloca na quinta posição.

série-b-booyahs-rodada-11-vasco-dobradinha

Confira um breve resumo das disputas entre os Grupos B e D, válidas pela 11ª rodada da Série B da LBFF 6.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH – Tropa do Bruxo: +19 pontos
Mansão Rei: +17 pontos / Team Sintonia: +13 pontos

A primeira passagem por Purgatório ficou marcada por um início de queda mais estudado, com poucos confrontos pontuais e não muito empolgantes. O Vasco, que recuperou a liderança nesta quarta-feira, não teve um bom começo de rodada e caiu muito cedo, somando apenas um pontinho.

Na reta final, sobraram apenas alguns sobreviventes da Tropa do Bruxo e Mansão Rei. Danx garantiu o Booyah para os Bruxos com um ótimo posicionamento dentro da zona segura.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH – INTZ: +19 pontos
GOD Unidas: +20 pontos / Vasco Esports: +16 pontos

Vinda de uma queda onde disputou o Booyah, a Mansão Rei acabou sendo a primeira vítima em Kalahari ao ser confrontada pela Team Sintonia em sua rotação. Por outro lado, o Vasco começou a se redimir de uma primeira queda apagada e acumulou bons abates, com Hender sendo novamente o grande destaque e conseguindo manter a equipe no top 3.

O confronto decisivo aconteceu nas alturas de Kalahari. A INTZ conquistou o Booyah com uma aula de posicionamento de Ítalo. O jogador conseguiu um bom lugar dentro da zona segura, adiantou o kit de cura para se prevenir do dano do gás e desbancou os sobreviventes da GOD Unidas, que vinham somando bons abates e lideraram a pontuação da queda.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH – Vasco Esports: +20 pontos
GOD Unidas: +18 pontos / Botafogo e Mansão Rei: +12 pontos

O mapa mais clássico no Free Fire é um lugar de paz – ao menos no início -, e as equipes sempre priorizam a coleta de recursos nos primeiros instantes, evitando trocações que raramente são vantajosas. Apenas aos 11 minutos, quando duas equipes que vieram da Série A fizeram um belo confronto, aconteceu o primeiro squad wipe. A GOD Unidas eliminou os Intrépidos – novamente uma equipe que chega de uma disputa pelo Booyah é a primeira a ser eliminada.

Quando a zona segura foi se encurtando, as trocações não pararam. E foi a hora do Gigante da Colina voltar a brilhar. Com sua agressividade já característica, o Vasco foi eliminando um a um seus adversários e conquistou um bom posicionamento para encurralar a Mansão Rei e garantir o Booyah. A GOD Unidas apresentou outro excelente desempenho e somou mais 19 pontos rumo aos primeiros lugares na tabela, encaminhando sua classificação com certa tranquilidade.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH – Vasco Esports: +26 pontos
Antisocial Team: +15 pontos / Tropa do Bruxo e GOD Unidas: +12 pontos

Nem céu, nem inferno. Voltamos à Purgatório para o início da segunda metade da noite de Série B. A CheckMat avançou sobre o Botafogo, que comprou a briga e terminou eliminado por mais que Pandora tentasse um pequeno milagre.

O Vasco costuma adiar suas rotações, normalmente encontrando times em desvantagem pela frente. Estratégia que vem, como sabemos, dando muito certo. E novamente os meninos do Gigante da Colina chegaram bem na última zona segura, liderados por Hender que parece imparável na competição. A Antisocial Team bem que tentou e chegou a conseguir a vantagem numérica, mas não foi capaz de segurar o talento da dupla Hender e Easy, principais responsáveis pela dobradinha da equipe Cruzmaltina, que se afasta cada vez mais na liderança.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH – Botafogo: +16 pontos
Cruzeiro: +14 pontos / Tropa do Bruxo: +13 pontos

Kalahari começou com mais um duelo entre Team Sintonia e Mansão Rei, que vinham pessoalmente empatadas na noite. Dessa vez, a Team Sintonia se sobressaiu e garantiu o squad wipe logo no segundo minuto de queda, perdendo apenas um de seus jogadores.

Além da trocação inicial, Kalahari foi muito mais calma do que de costume. Até que, como a gente já sabe, as trocações começam e as coisas esquentam de vez. Os Intrépidos abriram a contagem, garantindo um belo squad wipe sobre a Antisocial sem perder nenhum de seus jogadores. Mas o ímpeto da equipe não durou muito e foi interrompido pela Tropa do Bruxo, que vem sendo um dos destaques da competição.

A vitória foi decidida pela quantidade de recursos e, nesse sentido, o Botafogo fez valer sua vantagem e precisou eliminar o Cruzeiro para garantir o Booyah.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH – Mansão Rei: +20 pontos
Owls: +13 pontos / Vasco Esports: +11 pontos

GOD e INTZ protagonizaram uma bela disputa de call e, repetindo o resultado da primeira passagem por Bermuda, a GOD Unidas saiu vitoriosa – rolou até Bandeirão, seria uma disputa pessoal? As coisas andam ficando tensas no Frifas.

Tenso mesmo foi o final da queda e da noite. Em uma zona segura mínima, Laura garantiu o melhor posicionamento para sobreviver ao gás e conseguir o Booyah para a Mansão Rei sobre o Cruzeiro.

Classificação

Após a 11ª rodada, a tabela ficou assim:


A Série B da LBFF 6 volta na quinta-feira, dia 23 de setembro, a partir das 18h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook.

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série B