Três é tríplice, quatro é… B4?

Com domínio absoluto, a B4 estabelece o novo recorde de número de Booyahs em uma única rodada. FURIA vai mal e amarga lanterna.

A sexta rodada da LBFF 6 aconteceu neste domingo (12) começou a entregar um retrato mais preciso do campeonato, uma vez que a rodada fez com que todos os times se igualassem em número de quedas disputadas. Fazendo jus ao nome, a B4 conseguiu um feito até então inédito na história da LBFF: a incrível marca de QUATRO Booyahs em uma única rodada. Além disso, os Bastardos somaram 34 abates e finalizaram o dia com 86 pontos, assumindo a liderança isolada da competição.

Quem não teve motivos para comemorar foi a FURIA, que com apenas 26 pontinhos amarga a lanterna do campeonato e começa a preocupar sua torcida. Para a sorte dos Panteras, Real e-Sports e AmazonCripz também não vêm desempenhando o esperado e não se distanciaram tanto. Por fim, outra equipe que decepcionou neste domingo foi o Fluxo. Lutando pela liderança, eles até conseguiram o primeiro Booyah do dia, mas pararam por aí foram a segunda pior equipe em pontos neste domingo.

B4 domina sexta rodada

Veja abaixo um pequeno resumo das quedas disputadas entre os Grupos C e B.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: Fluxo (+22 pontos)
Netshoes Miners: +18 pontos / SS e-Sports: +13 pontos

A sexta rodada da LBFF 6 começou com Purgatório sendo o palco de avanços agressivos de Fluxo e Netshoes Miners, que coletaram diversos abates. A SS e-Sports, LOUD e a Meta Gaming não ficaram muito para trás, conseguindo coletar 5 abates cada uma para iniciarem o dia de forma aceitável.

Mas a primeira queda ficou na mão do Fluxo e da Miners. Ambas chegaram extremamente desfalcadas para a última zona segura, com apenas um jogador cada. A disputa foi marcada por um belo duelo um contra um de Double Vector entre FAC e Field. Com um avanço certeiro, o jogador do Fluxo levou a melhor e abriu a contagem de Booyahs do domingo.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: B4 (+18 pontos)
Los Grandes: +17 pontos / Netshoes Miners: +12 pontos

Kalahari começou quentíssima com um duelo entre gigantes: Fluxoe B4. A trocação entre as equipes estava equilibrada, até que Brenin7 da Xisde chegou com uma granada para acabar com a brincadeira e derrubou 3 jogadores do Fluxo. A B4 demonstrou experiência e humildade para aplicar a famosa tática do Waza-ari (leia-se “vazari”), permitindo que a Xisde eliminasse o time de Syaz e companhia com facilidade.

Aliás, a leitura de jogo da B4 foi perfeita e a retirada abriu caminho para uma das grandes atuações dos Bastardos. No fechamento de safe, os deuses do Free Fire resolveram não ceder vantagem para ninguém e a última zona segura foi em uma região completamente aberta, colocando Los Grandes, B4 e Netshoes Miners frente a frente. Liderados por Yago, a B4 levou a melhor e pavimentaram o caminho para o recorde que seria quebrado no dia.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH: B4 (+15 pontos)
AmazonCripz: +17 pontos / Meta Gaming: +14 pontos

Em Bermuda a história começou a ser contada logo aos cinco minutos de queda, com a AmazonCripz levando a melhor para cima da Netshoes Miners. Além disso, a Xisde encontrou a Los Grandes e conseguiu eliminar dois jogadores, porém Gus conseguiu reverter a desvantagem para a Onda Laranja, mandando a equipe de Brenin7 para o lobby.

Com uma tática e movimentação mais segura, a B4 chegou ao fechamento de safe com poucos abates, mas muito recursos, para enfrentar AmazonCripz e Real e-Sports. Os Bastardos esperaram os dois adversários se enfraquecerem em trocação e precisaram apenas partir pra cima dos jogadores restantes do Real, conseguindo a dobradinha e desenhando o grande desempenho.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: Netshoes Miners (+18 pontos)
Tropa: +16 pontos / Xisde: +13 pontos

A metade inicial da queda funcionou bem para solidificar Kiled (Tropa) e Mts007 (SS e-Sports), na busca pelo MVP da LBFF 6. Os dois tiveram um bom início de mapa e conseguiram coletar diversos abates. Como resultado, eles lideram o ranking de jogadores com maior número de eliminações no campeonato até aqui.

Apesar do esforço de Mts007, a SS e-Sports caiu em sexto lugar. Mas a Tropa chegou até o final da queda para enfrentar a Netshoes Miners que, sob o comando de Natividade e RiccK, passou como um trem por cima dos adversários e garantiram a vitória. O segundo Booyah dos Miners no campeonato rendeu até uma dancinha liderada por PEU na Gaming House. Depois da chegada de importantes reforços, eles finalmente começam a se entrosar e entram diretamente na briga pela classificação para a grande final.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: B4 (+26 pontos)
Los Grandes: +17 pontos / Real e-Sports: +14 pontos

O destaque da primeira metade da segunda queda de Kalahari foi uma das estrelas da Los Grandes. Em grande confronto contra a Xisde, mvR atropelou os estreantes e garantiu um belo triple kill. Ao mesmo tempo, a Meta Gaming mandava o quarteto da AmazonCripz de volta para o lobby. As duas estreantes vêm sofrendo na competição e ainda não conseguiram bons desempenhos. Atualmente, elas se encontram na 15ª e 16ª colocação, respectivamente.

Mas o dia era mesmo da B4. Durante a queda, os Bastardos colecionaram abates e chegaram para a disputa final com apenas dois jogadores, contra três da Netshoes Miners. Ignorando a desvantagem numérica, Lobato avançou sobre os Miners, eliminou dois adversários e conseguiu ganhar tempo para que Yago fechasse a conta. Lobato foi a grande estrela da segunda passagem por Kalahari, com nove abates – recorde da LBFF 6. O terceiro Booyah era pouco pra B4.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH: B4 (+21 pontos)
SS e-Sports e Los Grandes: +15 pontos / Tropa: +14 pontos

A última queda do dia começou com um combate interessante entre FURIA e Real e-Sports, duas equipes que brigam contra o rebaixamento. O duelo estava extremamente equilibrado, até que a LOUD resolveu flanquear os times e entrar na brincadeira, atropelando as duas equipes e saindo completa com 5 abates na conta.

Ao final da queda restaram SS e-Sports e os implacáveis Bastardos. O Suicide Squad estava em vantagem, de posicionamento e numérica, com o domínio do high ground e o time completo. Já a B4 tinha apenas três jogadores e uma difícil missão pela frente. Mas eles estavam imparáveis e, abusando das granadas, conseguiram equilibrar o confronto e Yago brilhou novamente para garantir o quarto Booyah do dia – o novo recorda da Liga Brasileira de Free Fire.

Classificação

Com o fim da sexta rodada, a LBFF 6 tem um novo líder. A classificação ficou assim:

A LBFF 6 volta no próximo sábado, dia 18 de setembro, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook. Confira também o nosso Boletim da Série B da LBFF 6

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , , , ,