ss e-sports

SS e-Sports lidera pontuação da rodada; Meta assume liderança da LBFF 6

A terceira rodada da LBFF 6 foi dominada pela SS e-Sports, teve dobradinha do Fluxo e Meta Gaming terminando na liderança. Tá insano, tropa!

A terceira rodada da LBFF 6 começou a colocar as coisas no eixo e igualou o número de quedas entre todas as equipes. Mesmo com SS e-Sports e Fluxo sendo os grandes destaques da rodada, quem assume a liderança da competição é a Meta Gaming, graças à vantagem obtida na última semana. Depois de um início um tanto quanto questionável do Suicide Squad, Jubinha e Mts007 decidiram resolver as coisas e lideraram a equipe com 24 dos 36 abates na rodada. Ao todo, foram 76 pontos, um Booyah e um domínio expressivo em Kalahari.

Por pouco o Fluxo não assumiu a liderança. Syaz chegou empolgado para a terceira rodada e garantiu 11 abates para a equipe, que ficou a apenas três pontos da Meta Gaming, líder absoluta desse primeiro trecho de LBFF 6. Os 73 pontos somados neste sábado de dobradinha provam, definitivamente, que a equipe de Nobru, que finalmente fez sua estreia na competição, é uma das grandes favoritas ao título.

Mesmo não repetindo o desempenho espetacular do último domingo, a Meta Gaming fez o suficiente para dormir líder. Com 53 pontos, a equipe liderada por Yan7 tem trilhado um belo caminho desde a Série B até aqui. Falando em Série B, a equipe Xisde somou 43 pontos e aparece no top 10 da tabela, esboçando uma reação e mostrando que começa a se adaptar ao meta da elite. Por outro lado, a AmazonCripz vem sofrendo, e amarga a última colocação da tabela com apenas 57 pontos.

Veja abaixo um pequeno resumo das quedas disputadas entre os Grupos B e C.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: Tropa (+17 pontos)
SS e-Sports, Netshoes Miners e B4: +12 pontos / FURIA: +11 pontos

A terceira rodada da LBFF 6 começou muito estudada pelas equipes. Purgatório foi um mapa cadenciado e todas as equipes ainda estavam vivas aos 10 minutos de queda. Fluxo e B4 fizeram uma boa partida, mas o Booyah ficou nas mãos da Tropa, que adotou uma postura mais estratégica em relação à última semana e chegou como a única equipe completa na safe final.

Assim, a equipe estreante na LBFF precisou apenas eliminar Mts, da SS e-Sports, e a dupla Memgod e Gusta, da FURIA. A vantagem numérica foi decisiva na disputa e a queda ficou marcada pela pontuação equilibrada – três equipes somaram 12 pontos na abertura do dia.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Fluxo (+22 pontos)
B4: +14 pontos / SS e-Sports: +12 pontos

Kalahari começou democrático e todas as equipes conseguiram chegar tranquilamente em suas calls. Mas o menor mapa do competitivo rapidamente proporcionou boas trocações, e a AmazonCripz acabou sofrendo nas mãos da Meta Gaming, que chegou forte para o split. Inspirada pelo confronto com a ACZ, a Meta ainda conseguiu punir a Netshoes Miners e logo garantiu sete abates no início da queda. O ímpeto da equipe foi interrompido pela Los Grandes, que não teve dificuldades em eliminá-los com sua vantagem de posicionamento durante a rotação para a zona segura.

O mapa mais quente do Free Fire é conhecido pelas trocações intensas no fechamento da queda. De uma hora para outra, as eliminações começam a subir e restaram apenas três times para decidir o Booyah: Fluxo, B4 e SS e-Sports. O Fluxo, melhor posicionado, começou a punir seus adversários e chegou aos 10 abates para conseguir o Booyah! e somar 22 pontos.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH: Real e-Sports (+21 pontos)
Tropa: +15 pontos / Fluxo: +14 pontos

O mapa mais clássico do Free Fire começou com um confronto quente entre AmazonCripz e Netshoes Miners. A equipe amazonense levou vantagem no embate e garantiu um belo squad wipe, perdendo dois de seus jogadores e levantando o bandeirão na famosa “farpinha do bem”.

O Fluxo chegou disposto a assumir a liderança da competição e, em reedição do confronto decisivo da segunda queda, eliminou a SS sem tomar conhecimento da equipe de Mts. Logo em seguida, a Los grandes chegou para punir os campeões da LBFF 4, mas falharam miseravelmente e acabaram eliminados após um milagre de Fac.

A primeira queda em Bermuda proporcionou grandes confrontos. Quem decidiu o Booyah foram Tropa, Real e-Sports e AmazonCripz. Em vantagem numérica e de posicionamento, o Real não teve dificuldades em eliminar os jogadores restantes das duas equipes que chegaram desfalcadas para o confronto final.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: LOUD (+22 pontos)
Netshoes Miners e Xisde +16 pontos / B4: +9 pontos

Assim como na primeira queda do dia, Purgatório foi novamente calma e estudada, sem trocações nos momentos iniciais. O primeiro confronto foi apenas aos 8 minutos e a AmazonCripz se envolveu em mais uma disputa inicial. A equipe amazonense não conseguiu segurar o rush da Miners e acabou indo para o lobby mais cedo. Logo em seguida foi a hora da Xisde garantir o squad wipe sobre a Los Grandes e respirar um pouco mais aliviada no campeonato.

SS e LOUD se encontraram pelos arredores de Fields em um belo confronto. A equipe do hype levou a vantagem em grande jogada de Will, que garantiu preciosos pontinhos para quem escalou o Brabo da Galera da LBFF 4 no FF Squad.

Fluxo e Meta, disputando ponto a ponto a liderança temporária da competição, também protagonizaram um belo embate. A Meta Gaming, com uma chuva de granadas, levou a melhor sobre a equipe de Nobru – que ainda não havia dado as caras na competição.

Inspirada pelo confronto contra a SS e-Sports, a LOUD chegou com tudo na segunda metade do dia. Avassaladora e liderada por Will, que somou 6 abates na queda, o time garantiu seu primeiro Booyah na rodada e somou 22 pontos. A Xisde, muito bem posicionada durante todo o mapa, garantiu 16 importantes pontos para subir na tabela.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: SS e-Sports: +30 pontos
LOUD e Xisde: +12 pontos / Tropa: +11 pontos

Ângelo7 alimentou a voz misteriosa com uma granada que deitou apenas ele e quase prejudicou toda a queda da Xisde. Ainda assim, a equipe estreante na Série A conseguiu capitalizar alguns importantes abates em um belo confronto contra o Real. B4 e Los Grandes logo chegaram na brincadeira, que infelizmente não foi pra frente.

A SS e-Sports começou a se redimir e garantiu um belo squad wipe sobre a Netshoes Miners, que parece ainda não ter encontrado o entrosamento após grandes contratações. Além disso, a AmazonCripz realmente não se encontrou na competição e foi facilmente abatida pela Meta Gaming. A equipe amazonense precisa urgentemente acordar para a Série A antes que seja tarde demais.

Em sua jornada de redenção, a SS e-Sports passou por cima da FURIA com um quadra kill maravilhoso de Phoenix. E o Suicide Squad não parou por aí: a Xisde foi a próxima vítima da equipe que já somava 12 abates e chegava como grande favorita ao Booyah. Mts, com seu lança granadas que já causou muitos pesadelos ao longo da LBFF, fez uma das jogada mais bonitas do dia para eliminar a LOUD. Com um posicionamento privilegiado, o Suicide Squad precisou apenas de paciência para eliminar a Tropa, que continuou adotando um jogo bem mais defensivo.

O Booyah da SS foi uma rodada perfeita: 18 abates para somar 30 pontos e mexer na tabela da LBFF – recorde da sexta temporada até aqui e terceira maior marca da história da competição.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH: Fluxo (+21 pontos)
SS e-Sports: +20 pontos / Meta Gaming: +14 pontos

Observatório ficou pequeno para LOUD e FURIA. Os Panteras vêm passando por maus bocados nessa LBFF 6, situação que piora um pouco após mais um adeus precoce – a equipe termina a rodada na zona de rebaixamento. Por outro lado, a LOUD estava inspirada e finalizou a Onda Laranja em uma bela trocação. Mas a equipe do hype foi pega desprevenida pela SS e-Sports, animada pelo Booyah na rodada anterior, e acabou eliminada com direito à triple kill de Mts, que parece querer entrar nas disputas pelo MVP.

Após os confrontos iniciais, Bermuda voltou ao ritmo habitual e se tornou uma queda mais estudada. SS e Meta Gaming chegaram completas no final da queda contra Real e Fluxo desfalcados. O Real foi o primeiro e, logo em seguida, foi a vez da SS e-Sports ir descansar. As coisas começaram a ficar insanas na decisão e, buscando a liderança da competição, Fluxo e Meta Gaming fizeram uma disputa incrível. JapaBKR, o senhor LBFF, garantiu a dobradinha para a equipe de Nobru, que finalmente deu as caras na LBFF 6.

Classificação

Todas as equipes completaram 12 quedas e, após o final da terceira rodada, a classificação da LBFF 6 ficou assim:

A LBFF 6 volta no próximo domingo, dia 05 de setembro, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook.

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: ,