meta-gaming-lbff-6

Análise da jogada – Aula de ataque da Meta Gaming

A análise da jogada voltou no LBFF 6, com a Meta Gaming sendo a grande estreante! Confira aqui, toda a construção desse ataque bem executado!

A LBFF 6 começou a todo vapor, com as equipes correspondendo expectativas e exibindo atuações de alto nível. Na primeira análise da jogada, vamos observar como a Meta Gaming conseguiu fazer um ataque muito bem coordenado para cima dos atuais campeões da Vivo Keyd. Tudo isso aconteceu durante a segunda queda de domingo (29), quando os grupos A e C se enfrentaram. Como você já está acostumado, primeiro vamos buscar entender toda a construção da jogada, analisando toda a movimentação das equipes. Por fim, tiraremos algumas lições disso tudo para que você possa levar o conhecimento para suas partidas.

Construção da jogada

A jogada aconteceu restando poucos minutos para o fim da rodada. Haviam 10 equipes vivas no momento e Meta Gaming e Vivo Keyd estavam entre elas. Embora a Vivo Keyd ocupasse uma posição desfavorável, os Guerreiros tinham opções de como se proteger. Por outro lado, a Meta Gaming estava no high ground e ameaçava seus adversários em busca de eliminações.

As equipes buscavam uma melhor rotação para as zonas seguras e, com isso, estavam em rota de colisão. Durante o avanço, a Meta deu de cara com os atuais campeões e a trocação começou.

Ataque e posicionamento da Meta Gaming

Tudo começou quando Caue fez um disparo que derrubou DeadGOD. Com isso, a Vivo Keyd precisou encontrar a melhor forma de se defender do poderoso ataque da Meta, que queria garantir um squad wipe. Com a queda de DeadGOD, o caminho estava aberto para a equipe paraguaia e os jogadores não demoraram para tomar a decisão de rushar sobre seus adversários em conjunto, mantendo Caue como suporte com sua sniper. Essa ação impediu que a Vivo Keyd levantasse seu jogador caído.

A situação favorável para a Meta Gaming fez com que a equipe garantisse um segundo abate: dessa vez, Modestia acabou derrubado por lost21. A equipe aproveitou a oportunidade e, com lost21 liderando o ataque com sua vector, a jogada se encerrou em poucos segundos. Embalados pelo confronto e pelo squad wipe, a equipe foi somando abates e conseguiu o Booyah! na queda.

Lições aprendidas

Embora pareça um rush habitual, a jogada consegue demonstrar muito bem dois pontos cruciais no decorrer de uma partida. O primeiro deles é o avanço bem orquestrado da Meta Gaming, que soube aproveitar de uma posição favorável para um avanço coordenado. Parece simples fazer isso, mas a execução perfeita exige prática e entrosamento. Manter Caue no suporte foi a decisão certa, que garantiu uma cobertura mais ampla e permitiu que os demais jogadores neutralizassem bem as defesas da Vivo Keyd.

Por outro lado, a Vivo Keyd, mesmo em desvantagem, tentou executar toda a estratégia que garantiu o título nacional no último split. O início da movimentação defensiva foi perfeito, pois priorizou a ajuda à DeadGOD, que estava derrubado. Caso a equipe conseguisse levantar o jogador rapidamente, era bem provável que o resultado do embate fosse outro. O erro aconteceu durante o avanço da Meta, situação em que um dos jogadores da VK acabou sendo pego fora de posição. Porém, defender em uma situação desfavorável em um cenário competitivo de tão alto nível, é muito difícil. Caso você se veja em situação semelhante em suas partidas, procure se posicionar perto de seus aliados, fazendo com que algumas fraquezas situacionais sejam anuladas.

A LBFF 6 volta no próximo sábado, dia 04 de setembro, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook.

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , , ,