bonde-lbff-6

Bonde estreia na liderança no primeiro dia de LBFF 6

O Bonde, equipe liderada pelo veterano Level Up, chegou com tudo na LBFF 6 e dominou a primeira rodada da competição. Fluxo vem logo atrás.

Finalmente a LBFF 6 começou. Depois do título da Vivo Keyd na quinta temporada, é hora de conferir a disputa que definirá o novo campeão nacional – ou será que vem bicampeonato por aí? A maior competição de Free Fire nacional chega em sua sexta temporada, que promete ser ainda mais intensa. E chega cheia de novidades: são diversas alterações entre as equipes, cinco equipes estreantes que chegam querendo conquistar seu espaço e grandes equipes que mantiveram seus elencos em busca do título.

E falando em novidades, o Bonde foi o grande destaque da primeira rodada. A equipe formada por Level Up mostrou todo seu poder de fogo, principalmente em Purgatório, onde conquistou um Booyah! e somou 43 dos 76 pontos. R7 foi o grande destaque da equipe, com 13 abates na conta. Além disso, o Fluxo justificou o favoritismo e, mesmo sem o craque Nobru, foi a segunda melhor equipe do dia, com 71 pontos.

Dentre os outros três times estreantes, a TSM FTX somou 44 pontos e ocupa a 6ª colocação. Enquanto isso, a AmazonCripz e a Xisde parecem ter sentido um pouco a pressão, e somaram apenas 32 e 39 pontos respectivamente.

Veja abaixo um pequeno resumo das quedas disputadas entre os Grupos A e B.

bonde-rodada-1-lbff-6
Estreante, o Bonde é a melhor equipe da primeira rodada

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: Team Coda Solid (+21 pontos)
Nitroxx Top10+16 pontos / Bonde +14 pontos

A queda que marcou o início da LBFF 6 começou com muita trocação. Logo de cara, duas equipes estreantes apareceram na parte de cima da tabela: Bonde, que acumulou seis abates e 14 pontos; e Xisde, com cinco abates e 11 pontos. A Xisde, inclusive, contou com Debbszada, primeira mulher a disputar LBFF na posição de titular.

O primeiro squad wipe da queda foi feito pela Team Codasolid em cima da recém promovida à série A, AmazonCripz. A TCS manteve bom ritmo na partida e chegou na reta final mandando bala na Nitroxx Top10. Qualy foi o pivô do primeiro Booyah do dia: o jogador eliminou os últimos jogadores um por um com sua sniper.

Times consagrados como Fluxo e Vivo Keyd não atingiram um bom desempenho e ficaram entre as últimas colocações.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1431658281072791553

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Los Grandes (+16 pontos)
Bonde +16 pontos / Fluxo +13 pontos

Kalahari, o mapa mais quente do Free Fire, começou bem mais calmo do que Purgatório. As equipes adotaram uma postura mais cautelosa no mapa em que normalmente a trocação começa cedo. O primeiro squad wipe da segunda queda foi feita pela Xisde: a equipe novata mandou a Netshoes Miners de volta para o lobby logo nos primeiros minutos da queda.

No entanto, quem realmente se destacou foi a Los Grandes. A equipe conseguiu garantir um ótimo posicionamento na reta final da queda e, em confronto contra Fluxo e Nitroxx Top10, conseguiu aproveitar bem a vantagem de terreno e garantir o Booyah!

A performance foi uma redenção do resultado ruim do primeiro mapa, onde eles amargaram as últimas posições.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH: Corinthians (+22 pontos)
TSM FTX: +14 pontos / Los Grandes: +13 pontos

A primeira metade de Bermuda foi bastante estudada e sem tanta ação.

A trocação de verdade aconteceu mesmo na fim da queda, com a Los grandes conseguindo novamente um bom posicionamento e controlando a zona segura. Além disso, a Onda Laranja tinha diversas casas em volta, que eles usaram como cobertura.

A equipe conseguiu garantir alguns abates, mas o Corinthians se aproveitou da situação para avançar em direção à safe e derrubar os jogadores restantes da Los Grandes. Booyah! do Timão, que ainda somou 10 belos abates para garantir 22 pontos.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: Bonde (+29 pontos)
Fluxo +12 pontos / AmazonCripz: +11 pontos

Na primeira rotação de mapas, voltamos a Purgatório. A localização mais disputada no início de queda acabou sendo Brasília, e Broco da TSM garantiu o primeiro abate. Embora tenha conseguido acumular bons abates no início da queda, a TSM acabou ficando desfalcada e terminou Purgatório na quinta colocação.

Já na reta final, a zona segura acabou fechando justamente em Brasília. No meio de muita trocação, o Bonde foi acumulando abates e diversas equipes foram eliminadas rapidamente. A disputa final ficou entre duas estreantes: a equipe de Level Up protagonizou uma bela disputa contra a AmazonCripz.

Melhor pro Bonde, que levou a melhor em um 2×2 contra a equipe amazonense para garantir o Booyah! Os destaques do Bonde foram os jogadores R7 e One9, que somaram 11 abates juntos.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: Netshoes Miners (+18 pontos)
Fluxo: +18 pontos / Corinthians: +14 pontos

Nitroxx Top10 e SS e-Sports deram início às trocações em Kalahari, e quem saiu com o primeiro abate da queda foi Buton, revelação do Suicide Squad no último split. Porém, na metade da queda, a TCS mandou todos os jogadores da SS irem descansar no lobby, com um belíssimo triple kill de Qualy.

A reta final da queda foi disputada entre o Fluxo e Netshoes Miners, que chega na sexta temporada com reforços de peso. O Fluxo tentou conseguir um bom posicionamento nas plataformas do mapa, ficando numa posição vantajosa em relação às outras equipes. Mas a zona segura não colaborou com a equipe liderada por Syaz – que somou quatro abates na queda – e eles foram obrigados a deixar sua posição e se expor.

A Miners aproveitou a oportunidade e eliminou os jogadores do Fluxo em grande jogada de Natividade, que conseguiu abates decisivos com suas granadas – ainda dominantes no meta da LBFF.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH: Fluxo (+18 pontos)
SS e-Sports: +16 pontos / Bonde: +13 pontos

A última queda do dia teve um confronto logo cedo entre NT10 e o Bonde. Mesmo perdendo dois de seus jogadores, a equipe liderada pelo veterano Level Up conseguiu um belo squad wipe e somou pontos decisivos para a liderança provisória da competição.

No final da queda, Vivo Keyd, SS e-Sports, Fluxo e Corinthians protagonizaram um verdadeiro duelo de titãs. Equipes reconhecidas no cenário e donas de importantes títulos definiram o último mapa da primeira rodada em um confronto justo.

A zona segura acabou fechando em um lugar onde não haviam muitos lugares para as equipes se abrigarem ou tentarem um posicionamento estratégico. Dessa forma, o último Booyah! ficou nas mãos de quem tinha mais bala pra trocar, o Fluxo.

Classificação

Após a primeira rodada da LBFF, a classificação ficou assim:

classificação-lbff-6-rodada-1

A LBFF 6 volta no domingo, dia 29 de agosto, a partir das 13h (horário de Brasília). Você pode acompanhar as transmissões simultâneas no YouTubeBOOYAH e também no Facebook.

Agora os fãs podem acompanhar a LBFF pelo perfil no TikTok, além dos perfis no FacebookInstagram Twitter. Clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição e, para mais novidades, siga a hashtag oficial #LBFF no Twitter.

Free Fire pode ser baixado pela App Store e Google PlayStore.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A