K9, treinador do Fluxo, fala sobre adversários na final

Durante a transmissão oficial da LBFF, K9, treinador o Fluxo, falou sobre os principais adversários nas finais da competição.

No meio da rodada deste sábado (17), K9, treinador do Fluxo, conversou com a transmissão oficial da LBFF 5. Durante a entrevista, o técnico falou sobre o próprio Fluxo, Corinthians e SS e também discorreu sobre as calls da equipe durante a competição; confira.

Primeiramente, K9 comentou a respeito de dois dos favoritos ao título da competição: Corinthians e SS Esports. Segundo o treinador, a campanha do Timão não foi surpresa por conta da qualidade a equipe, e a SS, ao contrário, surpreendeu K9.

“O Corinthians para mim não é surpresa pelo final da LBFF 4. Tanto na classificatória quanto na final, a crescente dele foi absurda. Eles demoraram para engrenar por ser uam equipe jovem. Demorou um pouco mais para engrenar porque era um time mais jovem Mas você vê hoje que os meninos estão soltos, já jogam uma LBFF confortável e estão amassando. A gente já esperava isso deles”, contou.

K9, então, continuou: “A SS é uma surpresa. O time desmontou, aí foi o Fenix que é um excelente capitão, junto com o jubin para lá e agora o time está amassando. Fenix e jubinha foram da Black Dragons, que acabou sendo rebaixada, e foram para SS e o pessoal hateou, mas ele mostrou que o nível da LBFF é alto e eles são grandes jogadores”.

K9, treinador do Fluxo

Na sequência, K9 falou as questão de call na decisão e também aproveitou para tecer alguns comentários a respeito da call para a própria equipe. Além disso, K9 revelou qual foi a estratégia do Fluxo no campeonato.

“O tempo que a gente ficou em Singapura, a gente não treinava, então a gente perdeu um pouco o ritmo. Se você puxar na memória, a LOUD também começou mal a LBFF, aí depois ela despontou. O Fluxo e LOUD sofereram um pouco com a falta de ritmo”, disse.

“Na minha cabeça, a estratégia era não brigar por call naquele momento e sim pontuar e do meio para o fim o campeonato, se fosse o caso, a gente tentava retomar a call. Eu acredito que nosso time não depende de call. A gente sofreu um pouco no começo porque eram rotas novas, times novos. Eu e JapaBKR trabalhamos com tentativa e erro: erramos, anotamos, decoramos e não fazemos mais”, finalizou.

A LBFF 5 volta neste domingo, dia 18 de julho, a partir das 19h (horário de Brasília) no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Free Fire, Série A
Tags: ,