Aranha fala sobre remoção da Barrett M82B, elogia equipe da FURIA e mais

Confira entrevista exclusiva de Aranha, jogador da INTZ, onde ele comenta o desempenho das equipes sem a Barret M82B e rasga elogios à FURIA

Após a terceira queda deste domingo de LBFF, Aranha concedeu entrevista à transmissão oficial da competição na BOOYAH! e YouTube. A INTZ está no Grupo C da LBFF e folgou neste domingo. Com isso, Aranha e seus companheiros de equipes estão apenas de espectadores analisando seus adversários.

No início, Aranha elogiou a equipe da FURIA e afirmou que, se a equipe continuasse na mesma pegada, ia passar a INTZ na tabela. “Eles [FURIA] estão bem, é um time muito regular. A FURIA consegue fazer muitas eliminações. Falta mais ou menos 30 pontos (para chegar na INTZ) e se continuar assim, vão encostar”, falou.

Aranha também contou qual é o principal fator para que os times, em especial a INTZ, evoluam na principal competição de Free Fire do país. Para o Intrépido, a confiança no jogo é fundamental para que as equipes tornem-se melhores a cada rodada.

“A base de tudo é a confiança que temos no time. Eu sempre tento deixar o meninos confiantes em tudo, não se abalar, que não tenha um dia mal ou algo do tipo. No primeiro dia fizemos 15 pontos, eu tentei colocar na mente da equipe para não se abalarem porque ainda tinha muito jogo pela frente, tinha sido só o primeiro dia. Só manter os pés no chão sabendo que tem muito campeonato ainda.

Aranha também falou sobre a remoção da Barrett M82B. Segundo o jogador da INTZ, isso ajudou na preparação da equipe.

“A Barrett atrapalha muito, é uma arma difícil de se lidar. Sem a arma é muito tranquilo de avançar gel mais de boa, consegue parar para se curar atrás do gel. É uma mudança que foi repentina, mas dá pra se adaptar, dá para fazer muita jogada em cima disso. Então foi bom”, contou.

Por último, Aranha comentou suas preferências dentro do servidor: buscar abates no inicio ou deixar os abates como consequencia e abusar mais da rotação? O jogador da INTZ afirmou que a trocação de início é o seu foco.

“Eu prefiro trocar de início, principalmente no 4×4. Se você conseguir abater o time a confiança aumenta muito na partida e você consegue jogar mais tranquilo e chega no final da partida bem mais leve. Eu prefiro trocar no começo do jogo e ir para o final mais tranquilo”, concluiu.

A LBFF continua nesta segunda-feira (5), às 19h, com as disputas de fechamento da quarta semana de competição.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF
Tags: , ,