lbff-6-especialistas

Análise dos especialistas – terceira semana de LBFF

Hora de conferir a análise de cada um dos especialistas sobre a semana que marcou a primeira metade da LBFF. Teremos definições nas próximas rodadas.

Após mais uma semana de disputas, a LBFF 5 chega à sua metade e os favoritos começam a se destacar na competição. Chegou a hora de conferir as análise dos especialistas e ver o que eles têm a dizer sobre a terceira semana do split mais disputado da história.

Free Fire Mais

A terceira semana da LBFF 5 aconteceu e, com isso, metade da fase de grupos já foi concluída, restando apenas mais nove rodadas para o fim da etapa. Apesar de seguir disputada, as equipes começam a se distanciar em pontos e definir pelo que vão lutar durante as próximas rodadas.

A diferença entre o 1º e o 12º colocados é de pouco mais de 100 pontos, mas essa diferença cai quando se considera a distância entre o 12º e o último colocado, que é de 60 pontos. Assim, é possível que as últimas colocadas ainda entrem no G12.

Destaques positivos: LOUD, Team Codasolid e Nitroxx Top10

Após uma estreia ruim, a LOUD voltou a brilhar e, no intervalo de uma semana, pulou da última para a terceira colocação. Assim, a equipe se reafirma como uma das favoritas ao título, o que chegou a ser dúvida durante a maré de azar que a equipe enfrentou nas duas primeiras semanas.

LOUD-favorita-análise
LOUD volta a assumir posto de favorita na LBFF – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Além disso, Team Coda Solid e Nitroxx Top10 vêm com postura de times da elite, como se não estivessem estreando na Série A. Elas se destacam pela regularidade – principalmente a TCS – e pela ótima capacidade de administrar o endgame – a NT10 se tornou a primeira equipe a garantir três Booyahs em uma mesma rodada nessa temporada.

Destaques negativos: Los Grandes e Team Liquid

A Los Grandes teve uma estreia excepcional e chegou a liderar a tabela na primeira semana. No entanto, parece que a equipe perdeu fôlego e sequer figura no G12 atualmente. Caso não queira ter sua permanência na Série A novamente ameaçada, deverá começar imediatamente um trabalho de recuperação.

Por fim, a multicampeã Team Liquid conta com grandes nomes e, apesar disso, vem apresentando partidas de pouquíssima qualidade, onde a trocação parece ser seu maior problema. Por muitas vezes, a Cavalaria rotaciona e se posiciona muito bem, mas quando é rushada ou tenta rushar, acaba caindo. Como resultado, atualmente ocupa a zona de rebaixamento.

The Radioativo

Rodada de sábado (26) – Grupos B e C

Na parte inferior da tabela, algumas equipes já precisam começar a ser mais cautelosa. Times como Team oNe e paiN, por exemplo, não conseguem manter um desempenho consistente e correm grande risco.

Por outro lado, o Corinthians mais uma vez é a melhor equipe de uma rodada marcada pela disputa de call contra a Cavalaria em Marbleworks. Embora a disputa tenha acabado empatada em 1 a 1, a Team Liquid sai prejudicada, uma vez que não consegue impor seu jogo e vem mal no split.

Outro marco que não pode passar em branco é o milésimo abate da LOUD – o jogador Kroonos é o responsável por escrever a história na LBFF.

Team Liquid e GOD Unidas vêm preocupando seus fãs. O fato foi mencionado na última semana e, novamente, as equipes fecham a rodada com uma pontuação bem abaixo da ideal – 34 e 30 pontos, respectivamente. Por fim, a B4 garante dobradinha e é a melhor equipe em Purgatório quando o Santos não joga. Os Bastardos deram aula no sábado, finalizando o dia com 23 abates e 65 pontos.

Rodada de domingo (27) – Grupos A e B

O grande destaque é a equipe que veio direto da série B, mas não sentiu a pressão dos times da elite. Jogando de forma muito inteligente, a NT10 foi a primeira equipe a conseguir 3 Booyahs em uma mesma rodada da quinta temporada. Além disso, foi a equipe que mais pontuou (85) em um único dia de competição até aqui.

Nitroxx Top10 é o grande destaque da rodada 8, disputada no domingo – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

A Los Grandes e a Vivo KEYD tiveram um início de split avassalador, arrancando elogios de todos. Porém, com o passar do campeonato, as equipes parecem ter sentido a pressão e não conseguiram manter a regularidade.

A paiN Gaming é uma das equipes da parte inferior da tabela que mantém uma regularidade ruim de pontos em cada rodada, o que preocupa. Os jogadores e a comissão técnica são de alto nível, mas se continuarem com o desempenho esse desempenho, provavelmente irão brigar novamente para se manter na elite nacional.

Rodada de domingo (27) – Grupos A e C

Na rodada, vimos uma Vivo KEYD totalmente revigorada e bem diferente do dia anterior. A equipe teve um desempenho incrível e foi a melhor do dia, somando 73 pontos e demonstrando que continuam forte na briga pelo título.

Por outro lado, quem não conseguiu se encontrar na semana foi a Onda Laranja. A Los Grandes sofreu um apagão total nas últimas rodadas e teve pontuações muito abaixo do que é necessário para chegar bem na grande final. Caso a fase de grupos acabasse hoje, eles iriam disputar o grupo de acesso, por ocuparem a 13ª colocação na pontuação geral.

Outro destaque negativo do dia foi o Corinthians. Após passar diversas rodadas com uma regularidade muito acima da média, a equipe enfrentou seu pior dia de campeonato, mesmo somando 50 pontos – número ainda bem superior aos outros times quando apresentem desempenho ruim. A equipe continua líder, o que mostra sua força e favoritismo.

Por fim, vale ressaltar que a Miners, que não é muito mencionada, vem de ótimos momentos nas últimas rodadas. Durante todo o campeonato, eles apresentam médias interessantes, de 40 a 60 pontos por rodada. Além disso, Natividade ocupa a 6ª posição na briga pelo MVP, com 45 abates, o que prova ainda mais que o time vem bem, mesmo sem aparecer diversas vezes nos holofotes.

FRIFAS News

Chegamos em um momento importante do campeonato. Com o fim da nona rodada, estamos na metade da fase de grupos e os times correm contra o relógio para resolverem suas situações na tabela.

Nas últimas rodadas, tivemos detalhes bem interessantes que trouxeram muitas mudanças na tabela, que acabou embolando de vez. Novamente, o Corinthians foi o diferencial: líder absoluto desde a quarta rodada, a equipe segue com sua regularidade absurda e ampliou sua vantagem sobre a segunda colocada, a SS e-Sports, para 38 pontos. Mesmo mantendo a segunda colocação e sendo a equipe com mais Booyas até o momento, a SS só conseguiu assistir o alvinegro ampliar sua vantagem.

Falando em Booyah, a Team Liquid segue sendo a única equipe sem conquistar nenhuma vitória. O fato preocupa e leva a tradicional equipe para a zona de rebaixamento, ocupando a penúltima posição.

Team-Liquid-análise
Única equipe ainda sem Booyahs, Team Liquid preocupa – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Por outro lado, a LOUD mostrou que realmente é avassaladora. A equipe chegou a amargar a última colocação da tabela e, após um período de adaptação ao meta, vem em uma crescente constante desde a seta rodada e já se firmou entre os três melhores da competição, com 333 pontos (218 nas últimas quatro rodadas que participou).

Além disso, não podemos deixar de enaltecer a Team Coda Solid, que teve um desempenho fantástico e somou 128 pontos na semana, saindo da 15ª para a 9ª colocação, mesmo sem nenhum Booyah. Assim, a equipe é a melhor colocada dentre aquelas que vieram da Série B. Por fim, a INTZ se recuperou e alcançou a 6ª colocação, também com grande desempenho.

Entre os destaques negativos, temos a Los Grandes. A equipe ocupava a 4ª colocação na tabela e agora amarga a 13ª posição. O desempenho da semana fez com que Mamute saísse do top 5 da briga pelo MVP. A equipe tinha um diferencial em relação às outras: conseguia ter ótimos desempenhos mesmo em desvantagem numérica. O fato mostra um desempenho baseado no talento individual dos seus jogadores, o que deixou a equipe limitada a bons momentos e fez com que ela caísse algumas posições na tabela.

Outro exemplo de desempenho negativo é o Fluxo. Com muitas alterações no squad inicial, a equipe teve um desempenho estranho na segunda e, mesmo conseguindo 2 Booyahs, caiu na tabela e agora ocupa a 8ª colocação.

A disputa pelo MVP

A liderança ainda é de MTS007, da SS e-Sports. Mas a liderança está ameaçada de perto por Ousado, do Corinthians, atrás por apenas um abates. Em seguida temos Cauan, da LOUD e Buton, também da SS e único jogador que joga de Lança entre os 5 primeiros. Um fato curioso é a presença de Memgod no top 5, mesmo com um desempenho não muito bom da FURIA.

Por fim, a LBFF 5 volta no próximo sábado, dia 03 de julho e as transmissões começam a partir das 13h (horário de Brasília) no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , ,