Team Coda Solid - LBFF5

LBFF em números: o despertar do Team Coda Solid

Depois de um começo inconsistente durante a fase de adaptação à elite do Free Fire nacional, o Team Coda Solid (TCS) parece ter reencontrado o jogo agressivo que trouxe a equipe para a Série A. Com um desempenho grandioso na terceira semana de disputas, a equipe somou 126 pontos e o belo número de 50 abates.

Assim, falaremos um pouco sobre sua evolução na temporada e desvendaremos o segredo por trás do despertar de uma equipe que chegou com tudo para brigar entre os grandes.

A complicada adaptação

A rodada de estreia da equipe foi um ingrato cartão de boas-vindas. Com apenas 13 abates e 32 pontos somados, ficou claro que a Team Coda Solid sentiu a pressão da primeira divisão. Na ocasião, a TCS caiu cedo em praticamente todas as quedas – seu melhor resultado foi em Purgatório, na quarta queda, onde conseguiu uma 2ª colocação e somou 15 pontos – quase 50% dos pontos do dia.

Já na terceira rodada, a mais equilibrada da LBFF 5 até agora, a equipe mostrou um desempenho mais tranquilo e conseguiu se adequar melhor ao meta da elite. Com direito a um Booyah, a TCS somou 58 pontos e 25 abates – números bem melhores do que aqueles da estreia. Mas a fase de adaptação ainda cobrou um preço cara da equipe na semana seguinte.

Foram apenas 81 pontos na segunda semana de competição. Em 12 rodadas sem conseguir nenhum Booyah, a equipe novamente caiu cedo em importantes quedas e, assim como na estreia, teve um fim de semana que escancarou a necessidade de algumas mudanças.

As mudanças para a terceira semana

Para as disputas das rodadas dessa semana, a TCS contou com uma importante mudança: Pão7 assumiu o posto de capitão do time. A experiência de um jogador campeão da LBFF (Pão7 esteve no elenco campeão da SS e-Sports na terceira temporada) e que foi um dos destaques da B4 na quarta temporada foi usada para trazer uma mentalidade mais agressiva ao time.

VitinXP-Team-Coda-Solid
VitinXP durante LBFF 5 – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar/Garena

E os resultados foram claros. Já na sétima rodada, a TCS somou 56 pontos e 19 abates. Em um dia equilibrado, ficou apenas há 16 pontos do líder do dia, o Corinthians.

Logo em seguida, na nona rodada disputada nessa segunda-feira (28), a Team Coda Solid conseguiu o segundo melhor desempenho do dia, com 31 abates e 70 pontos – ficando atrás somente da Vivo KEYD em ambos os quesitos.

Além disso, VitinXP, que foi o MVP da Série B que classificou a TCS para a elite, foi o líder do dia em abates. O craque foi responsável por 15 abates – 48,4% dos abates da equipe. Com isso, o destaque da equipe ocupa a 12ª posição na disputa pelo MVP – são 39 abates em 36 quedas, média de 1,08.

A chegada de Pão7 no Team Coda Solid

A vinda de Pão7 para a TCS não foi coincidência. Em entrevista concedida após a transmissão da 9ª rodada, Croft, técnica da Team Coda Solid, revelou que o jogador foi contratado para ser o jogador coringa da equipe, além de trazer toda a sua experiência na competição.

Pão7-Team Coda Solid
Pão7 na LBFF 5 – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar

A vinda do Pão foi pensada por isso, por ser um jogador coringa, por jogar em muitas posições. Queríamos trazer as características dele pra dentro do nosso jogo, e conseguimos. Ele encaixou super bem e agora a equipe está fluindo.

Croft, técnica da team coda solid, em entrevista após a 9ª rodada

Até o momento, Pão7 é responsável por 15 abates em 23 quedas – média de 0,65. Os números do craque não são os melhores, mas não faz parte de seu estilo se destacar em eliminações. Ainda assim, o capitão foi responsável por guiar o time – o que parece ter dado muito certo.

Por fim, a LBFF volta no próximo sábado (03) a partir das 13h (horário de Brasília) no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: