lbff-6-especialistas

Análises dos especialistas sobre o primeiro fim de semana da LBFF 5

Veja as opiniões das principais páginas de Free Fire do Twitter da atualidade. Se existem especialistas no assunto, são eles.

Após um quente primeiro fim de semana de LBFF 5, nada melhor do que saber as opiniões de quem entende muito de Free Fire. Sendo assim, reunimos as opiniões de especialistas no battle royale da Garena e que podem falar sobre a competição melhor do que ninguém.

FRIFAS News

A LBFF 5 começou esse fim de semana e já trouxe muitas surpresas. Times novos, jogadores novos, muitos estreantes e vários jogadores mudando de equipe. Isso tudo nos deixou atentos a cada detalhe no decorrer das quedas. Nessas três primeiras rodadas, já podemos perceber um equilíbrio muito grande: a diferença entre os 4 primeiros colocados é de apenas 5 pontos.

Mas para além do equilíbrio, os 4 primeiros colocados abrem uma leve vantagem em relação aos demais – o quarto colocado, Fluxo, tem 16 pontos de vantagem sobre a Meta Gaming, que fecha o top 5 da tabela.

Entre os primeiros colocados, o destaque fica para a Vivo Keyd. Além de líder, é umas das duas únicas equipes que conseguiram marcar dois BOOYAHs, ao lado da SS e-Sports. Apesar do início ruim nas primeiras quedas, a Vivo Keyd se recuperou rapidamente e teve um desempenho absurdo, alcançando a liderança com 129 pontos em 12 quedas. Além disso, a equipe se destaca em Bermuda, onde somou 52 pontos.

Vivo KEYD na LBFF 5 - Destaque dos especialistas
Vivo Keyd é o grande destaque do primeiro fim de semana – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Existia uma expectativa muito grande sobre Fluxo e LOUD, equipes que disputaram o mundial. Porém as duas mostraram uma enorme diferença de desempenho: enquanto o Fluxo conseguiu boas apresentações e a quarta colocação, a LOUD não se encontrou nesse início de split e amargou a 16ª colocação.

Já entre as equipes que chegaram do acesso à série A, a Los Grandes é a que mais surpreendeu com grande desempenho e regularidade – como resultado, conseguiu a segunda colocação com apenas 2 pontos de diferença da líder. O diferencial da equipe vem sendo o bom desempenho mesmo em desvantagem numérica: eles conseguem desempenhar muitíssimo bem, como se estivessem com o squad completo, e garantem muitos pontos, tanto de abates quanto de posicionamento.

Apesar de todas terem conseguido um BOOYAH, outras equipes que vieram do Grupo de Acesso não conseguiram se encontrar e amargam a parte inferior da tabela: Team Coda Solid (12º), Nitroxx Top10 (13º) e Team One na última colocação (18º).

Outro destaque é a Team Liquid, equipe que ocupa a sétima colocação e é uma das duas equipes que ainda não conseguiram o BOOYAH. Ainda assim, a equipe consegue manter certa regularidade e bom número de abates, o que a coloca à frente de equipes que já conquistaram BOOYAH

Uma análise do meta

Com o acréscimo do temporizador nas granadas e as lojas espalhadas no mapa, o meta do jogo mudou drasticamente em relação à última temporada e traz as granadas como ponto forte nas trocações. As equipes perceberam isso e estão utilizando o personagem Álvaro em sua composição. Além de aumentar o dano das granadas, Álvaro aumenta a área de explosão e se torna a opção perfeita para o meta.

Algumas equipes trazem dois jogadores com o personagem em suas composições: Fluxo, Santos, Corinthians e a GOD Unidas. A única equipe que não utiliza o personagem é a Team Codasolid, ao menos até o momento. Ainda assim, eles conseguem apresentar uma gameplay efetiva de granadas com VitinXP.

Algo que chama a atenção é que a Double Vector, uma das armas em destaque no split passado, não vem tendo o mesmo destaque na quinta temporada. Ao contrário da M82B (Barret) que, mesmo após o “nerf”, segue sendo uma arma muito usada e presente em todos os times.

O armamento mais usado para rush é a M1887 (Baubau) e, para suporte, a M82B (Barret) segue sua hegemonia.

A disputa pelo MVP

Por fim, o MVP nessa primeira semana foi bastante disputado e terminou empatado entre Mamute (Los Grandes) e Mts007 (SS E-Sports), ambos com 27 abates. Vale ressaltar que Mamute brilhou em momentos cruciais, tanto em jogadas solo, quanto e em duo. Além disso, Mamute não utiliza Álvaro em sua composição de personagens, ao contrário do seu concorrente. Já Mts007 é responsável por mais de 50% dos abates de sua equipe.

Também vale lembrar as 18 rodadas não dão muito tempo para reação, então é bom ninguém ficar muito pra trás.


Free Fire Mais

A LBFF 5 começou com tudo para ser a mais disputada da história. Apenas nas três primeiras rodadas, com 18 partidas disputadas, 16 equipes já garantiram BOOYAH! Além disso, a vantagem entre o último colocado do G12 e o último da classificação geral é de apenas 23 pontos.

Os destaques positivos ficam por conta da Los Grandes e Corinthians. A Onda Laranja retorna à Elite com postura de time grande e sede de vitória. Já o Corinthians mostra maturidade e força para lutar pelas primeiras colocações ao longo de todo o campeonato, após uma fase de grupos ruim e, logo em seguida, ver a chance de título bater na trave na etapa anterior.

Corinthians na LBFF 5 - Equipe disputará o título, segundo especialistas
Corinthians cumpre expectativas e chega forte na temporada – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Os destaques negativos ficam por conta da LOUD e FURIA. As equipes, que na edição anterior brigaram pelas cabeças e mantiveram elenco para esta etapa, parecem estrear com o pé esquerdo e ficam nas últimas colocações da tabela. Sabemos que ambas tem capacidade técnica para a recuperação, mas em um torneio reduzido não há tantas margens para erros.


Babbler Free Fire

Com rodadas consideravelmente regulares, a LBFF teve seu primeiro fim de semana finalizado – foram 18 quedas e 16 BOOYAH’s nas mãos de diferentes equipes.

A Los Grandes, que não foi considerada como uma das favoritas para o split, surpreendeu logo no sábado e estreou com um excelente dia. Além de conseguir a vice-liderança, colocou Mamute no topo da disputa de MVP ao lado de Mts, da SS eSports. Mas a equipe não parou por aí: o time também fez um ótimo domingo, com destaque para a queda em que Mamute e RafaX somaram 14 abates mesmo sem seus outros 2 companheiros.

Los Grandes - surpresa do primeiro fim de semana, segundo especialistas
Los Grandes é uma das grandes surpresas do primeiro fim de semana – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar

O Corinthian,s que veio com dois estreantes, conseguiu alcançar a terceira colocação e foi uma das surpresas positivas do fim de semana. O time sempre foi um dos melhores, até mesmo na LBFF 4 onde se classificou no sufoco para a Grande Final e quase surpreendeu. Os destaques do alvinegro vão para Razure e Ousado – o que esses dois fizeram foi incrível!

Apesar de ter mostrado um ótimo desempenho na final da LBFF 4 e ter garantido a 2ª colocação no mundial, a LOUD deixou a desejar. Ao lado da Fúria – equipes consideradas favoritas dessa LBFF – as equipes decepcionaram suas torcidas e, após um fim de semana abaixo do esperado, estão na zona que leva à série de acesso da competição. Assim, são as principais surpresas negativas do primeiro fim de semana, embora haja muito tempo para recuperação.

Nitroxx Top10 e Team CodaSolid, estreantes na primeira divisão, tiveram um desempenho razoável e terminaram abraçadinhas na 12° e 13° colocação, respectivamente.

Não podemos esquecer de realçar a atuação da Vivo Keyd, que conquistou a liderança até então disputada por Los Grandes e Fluxo. A VK, após assumir a liderança na segunda rodada, seguiu líder absoluta em pontos e abates, mostrando que valeu a pena trazer General, Nando9 e o coach Stark.

Se o início desse 5° split já foi emocionante, imaginem as demais rodadas?!


The Radioativo

paiN Gaming

A equipe não conseguiu desenvolver seu jogo na primeira rodada, ocupando as últimas colocações na maioria das quedas e somando apenas 29 pontos. No dia seguinte, as mudanças surtiram efeito com Leal sendo o IGL (in-game leader). Além disso, Kayke passou a ser o suporte e se destacou durante a rodada.

Com desempenho oposto ao que se viu no primeiro dia, a equipe terminou o fim de semana com 93 pontos. O principal destaque da equipe foi Rickk, que teve média de uma eliminação por queda. Além disso, Stiqz fez sua estreia de forma discreta após subir da base.

Vivo Keyd

Com mudanças cruciais no staff e no squad, a equipe chega para disputar o título. Nando0 é o principal destaque da equipe: o suporte somou 17 abates em 12 quedas, se tornando um dos jogadores com mais abates do primeiro fim de semana.

Ainda assim, a VK demorou para mostrar seu estilo de jogo, sendo surpreendida no início de algumas quedas e perdendo um ou dois jogadores. Porém, a equipe demonstra um forte mid game e teve excelentes resultados, mostrados através dos números: 2 BOOYAHs, 129 abates e a liderança.

Corinthians FF

O alvinegro vem sendo uma das equipes que mais impressionam pela regularidade. A equipe somou 76 pontos por colocação no fim de semana, mostrando que posicionamento também ganha jogo. Além disso, o timão somou 74 pontos em sua estreia, apenas um ponto a menos que o experiente Fluxo em seu primeiro dia.

Ousado é o principal nome da equipe, sendo o líder dentro do jogo e somando 19 abates. Na própria transmissão, em entrevista concedida, o jogador demonstrou toda sua confiança – essa é apenas a segunda LBFF da estrela.

O Corinthians ainda teve a oportunidade de dormir na liderança, mas não conseguiu o feito por detalhes e terminou o primeiro fim de semana na terceira colocação, com 127 pontos.

Los Grandes

A equipe impressionou e atendeu as expectativas até dos mais otimistas torcedores da Onda Laranja. A reformulação desde a queda da Série B trouxe resultados e a equipe trouxe um surpreendente desempenho na volta à elite.

O staff, principalmente o técnico Cauan, ex-Santos, é um dos responsáveis pelo desempenho da equipe. Não poderíamos deixar de citar Mamute, atual MVP da temporada, que somou 27 abates em apenas 12 quedas. Além disso, seu companheiro inseparável, RafaX, tem um grande peso na vice-liderança da Los Grandes.

Ainda há muito jogo pela frente, mas a equipe mostra que está preparada para brigar pelo título.

Meta Gaming

A equipe paraguaia já mostra ótimo desempenho no split e ocupa a atual 5º colocação. A Meta Gaming se destacou em Kalahari, ao ocupar a Torre de Comando, e em Bermuda, onde foi a equipe a somar mais pontos, 74, sendo 32 abates.

Draxx7 é o destaque do time. Recém contratado, o jogador conseguiu 11 abates na segunda rodada e acumula 14 até o momento.

Fluxo

O atual campeão trouxe algumas alterações: JapaBKR agora é suporte, enquanto GODKILL foi para o banco de reservas. Mas, independente das mudanças, o time de Nobru já mostrou que vai manter o alto nível nessa quinta temporada e promete brigar pelo bicampeoanto.

A equipe é a segunda mais agressiva até o momento, atrás em número de abates apenas da VK. Além disso, Nobru e Syaz ocupam o top 3 e 4 em número de abates do campeonato e são responsáveis por 49 das 62 eliminações da equipe.

FURIA

A equipe estreou seu novo coach, Altman, que já tinha experiência com o cenário no emulador e agora tem a missão de comandar os Panteras na LBFF. Porém, a equipe decepcionou em seu primeiro fim de semana, sendo sempre eliminada entre as primeiras equipes durante as rotações.

O destaque fica por conta da queda em Purgatório, onde o time conseguiu mostrar o desempenho que a torcida se acostumou durante a quarta temporada.

SS e-Sports

O esquadrão suicida é sempre uma das equipes que mais sofrem mudanças entre splits, e novamente chega com cara nova. Ainda assim, foi a única equipe a conseguir uma dobradinha e o grande destaque foi MTS007, que somou 27 abates em 12 quedas – mais da metade do total de abates da equipe.

SS e-Sports e seu MVP, MTS007
Com 2 BOOYAHs, SS começa bem e MTS007 é o grande destaque, com 27 abates – Bruno Alvares & Jéssica Liar
Team Liquid

A Cavalaria, uma das equipes mais respeitadas e temidas do cenário, é uma das únicas que ainda não conseguiu conquistar o BOOYAH. Sua rotação coincide muito com a da LOUD, confronto em que a Team Liquid tem levado vantagem. Mas a equipe sempre sai desfalcada, o que prejudica o final de cada queda.

LukasTD é o jogador mais agressivo da equipe e somou 11 abates na segunda rodada. Mesmo sem BOOYAHs, a equipe mostra regularidade e ocupa uma boa posição na tabela.

GOD Unidas

Falando em regularidade, a GOD Unidas ocupa o meio da tabela, com 94 pontos. Embora isso não queira dizer que a equipe apresente um desempenho regular durante as quedas, muito pelo contrário.

Nitroxx Top10

Outra estreante na Série A, a equipe também é comandada por um coach que veio do emulador. Geralmente, as equipes que vêm da Série B demoram para se adaptar ao alto nível de jogo da elite do Free Fire.

Porém, a NT10 surpreendeu bastante na primeira rodada, conseguindo 53 pontos e uma certa tranquilidade para o restante da competição. Mesmo na 13º posição da tabela, já mostraram que vieram para brigar por uma vaga na Grande Final.

Team Codasolid

A equipe comandada por Croft também veio da Série B e passou por dificuldades em sua estreia. A TCS ainda mostra um pouco de dificuldade em encaixar seu estilo de jogo e um claro nervosismo – algo normal para um primeiro fim de semana.

Mas o desempenho no segundo dia animou e a equipe foi a quarta em pontos no dia, conseguindo terminar o fim de semana na 12º colocação. VitinXP é o grande destaque, com 14 abates.

B4

Uma das equipes favoritas ao título passa por uma clara fase de adaptação com a estreia de Ruan e Lobato, ambos ex-Santos. Além disso, Randal também sente a pressão de ser novidade – o jogador recentemente subiu da base para o time principal.

A equipe disputou constantemente a call de refinaria com o Santos, estratégia que deve ser reavaliada pra o próximo fim de semana.

Já na segunda rodada da equipe, o desempenho mostrou a verdadeira cara da B4 que disputará o título: 62 pontos e 26 abates.

Santos Real

Os meninos da vila chegam completamente renovados para o split e terminam o primeiro fim de semana apenas na 14ª colocação. A estreia não foi muito animadora e, ao lado da Team Liquid, é uma das duas equipes sem o BOOYAH.

A disputa pela call de Refinaria contra a B4 atrapalha os dois times, que não conseguem pontuar bem.

Team oNe

Os Golden Boys vêm do acesso após uma dura temporada e, com poucas mudanças para o split, ainda não conseguiu números satisfatórios – mesmo com um BOOYAH.

Além disso, foi a equipe com menos pontos no domingo e amarga a lanterna da competição, com apenas 67 pontos.

Netshoes Miners

O elenco ex-Cruzeiro vem de um grande 3º lugar na LBFF 4, mas sente um pouco de dificuldade em se adaptar com o atual meta do Free Fire. Como resultado, o time não conseguiu encaixar seu jogo e somou apenas 39 pontos em sua estreia.

Mas a equipe mostrou força na segunda-feira, quando conseguiu 60 pontos e seu primeiro BOOYAH, com Cebolinha aparecendo entre os 11 jogadores com maior número de abates até o momento.

LOUD

Talvez a grande decepção desse primeiro fim de semana, a LOUD apresentou um desempenho que não estamos acostumados. A equipe não conseguiu encontrar seu jogo e foi punida em suas rotações, sendo sempre surpreendida e perdendo um ou dois jogadores que fariam falta no decorrer das quedas.

LOUD decepciona no primeiro fim de semana de LBFF 5
Uma das grandes favoritos ao título, a LOUD ainda não se encontrou e precisará correr atrás do prejuízo – Foto: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Atualmente, a LOUD ocupa a 16º colocação na tabela, com apenas 80 pontos. Apesar do BOOYAH, a equipe precisa se recuperar do desastroso fim de semana e correr atrás do prejuízo.

INTZ

Os Intrépidos, após duas passagens pelo Grupo de Acesso, querem fazer diferente nessa temporada. No primeiro fim de semana a equipe conseguiu apenas 78 pontos e ocupam a 17º colocação.

Mas o desempenho na terceira rodada é animador, sendo a equipe que mais pontuou na segunda-feira: 63 pontos, sendo um BOOYAH e Italo como o grande destaque da equipe, somando 10 abates.

Por fim, a LBFF 5 volta no próximo sábado, dia 19 de junho, com os confrontos entre os Grupos A e C. As transmissões começam a partir das 13h (horário de Brasília) no canal oficial do Free Fire no YouTube e naBOOYAH!, plataforma de streaming da Garena. Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Você pode conferir a classificação atualizada aqui.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A