Vivo KEYD

Vivo KEYD assume liderança, Corinthians e Meta Gaming lideram a pontuação do dia

No segundo dia de competição, Vivo KEYD assume a liderança. Corinthians e Meta Gaming são os destaques em maior pontuação do dia.

A aguardada estreia do Corinthians fez a espera valer a pena. Com 74 pontos, o Timão liderou a pontuação do domingo ao lado da Meta Gaming e justifica o favoritismo. A equipe se apresenta novamente amanhã e promete brigar pela liderança da competição.

Enquanto isso, a Vivo KEYD volta a somar uma boa pontuação e assume a liderança temporária da temporada. O dia também foi marcado pela estreia da Team Codasolid na elite do Free Fire. Mas a equipe sentiu toda a pressão da Série A e terá um árduo trabalho pela frente.

Veja abaixo um rápido resumo das quedas da segunda rodada da LBFF 5.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: paiN Gaming (+29 pontos)
Corinthians: +14 pontos; Los Grandes, Netshoes Miners e Fluxo: +12 pontos

O segundo dia começa com a Meta Gaming sendo eliminada pela estreante Netshoes Miners e a FURIA voltando cedo pro lobby, sofrendo com o grande desempenho da paiN no início do dia.

A Vivo KEYD veio empolgada do sábado e os novatos da Team Codasolid foram as vítimas da equipe, até então líder em número de abates. Outra equipe que chegou animada foi a Los Grandes, que eliminou a B4, uma das favoritas ao título, sem grandes dificuldades.

Depois de grandes trocações na quinta safe, o top 3 da queda estava formado: Corinthians, paiN e Los Grandes – com a paiN em grande vantagem de posicionamento.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1404114531450769408

Posicionamento muito bem aproveitado e, exorcizando o fantasma da primeira rodada, a paiN Gaming garante o BOOYAH com a maior quantidade de abates até o momento da LBFF 5: 17 eliminações para os Tradicionais.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Corinthians (+26 pontos)
paiN Gaming: +16 pontos; Meta Gaming: +14 pontos

A B4 começou a LBFF 5 com dificuldades e acabou perdendo três de seus jogadores para o Santos logo no início da queda – seria a lei do ex agindo sobre Ruan e Lobato? Em seguida, os Bastardos foram rapidamente finalizados pelo Fluxo.

A paiN Gaming acordou realmente inspirada e eliminou os atuais campeões – o Fluxo não tomou conhecimento da equipe e acabou caindo na 11ª colocação. Por outro lado, a Team Codasolid começou a sentir as dificuldades da Série A e, novamente, foi descansar logo no início.

Los Grandes e Vivo KEYD fizeram um dos grandes confrontos da queda – melhor pra VK, que saiu vitoriosa sobre uma incrível Los. Assim, não demorou para que o confronto final da primeira Kalahari do dia estivesse formado: novamente Corinthians e paiN chegavam ao final da queda, dessa vez ao lado de Meta Gaming e Vivo KEYD.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1404121745251053571

E o Corinthians mostra porque chega como um dos grandes favoritos ao título. Com uma leitura de jogo perfeita no fechamento da safe, a equipe puniu a Meta e a Vivo com Ousado sendo o destaque – além disso, o timão somou 14 abate e somava 40 pontos em apenas duas quedas de LBFF – favorito ou não?

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH: Meta Gaming (+21 pontos)
Los Grandes: +23 pontos; paiN Gaming: +11 pontos

A Team Codasolid começou a esboçar uma reação e eliminou ninguém menos que os atuais campeões e, mesmo com apenas um remanescente, o feito pode ser o que o time precisa para começar a se encontrar. Bermuda seguiu como uma queda bem estudada, com destaque apenas para o confronto entre Los e VK, que parecem querer criar uma nova rivalidade na LBFF.

Nas jogadas que ninguém viu, Rafa, da Los Grandes, levou todo o time da FURIA com apenas uma granada – será a Los uma das favoritas ao título, afinal? E vocês acham que eles pararam por aí? Logo em seguida, o Santos caiu nas mãos da equipe e teve o mesmo fim.

https://twitter.com/FFesportsBR/status/1404128867539992581

Porém, a vantagem numérica da Meta Gaming fez a diferença no final da queda e a equipe conquistou o BOOYAH sobre a Los, que liderou na pontuação de Bermuda pela incrível quantidade de abates: 14 eliminações pra conta.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: FURIA (+25 pontos)
Team Codasolid: +15 pontos; B4: +13 pontos

Team Codasolid começa a se encontrar na primeira divisão e a eliminação sobre a Vivo KEYD mostra a evolução durante o dia. Enquanto isso, paiN e Corinthians foram eliminadas cedo e a LBFF começa a encontrar seu equilíbrio. Nesse sentido, vimos o Fluxo brilhar sobre o Santos, perdendo apenas JapaBKR em grande trocação.

Mas os campeões precisavam correr para a safe e a Los Grandes se aproveitou da rotação da equipe no aberto, eliminando o time de Nobru. Outro equipe que parecia acordar era a FURIA, que começou a relembrar os bons momentos da quarta temporada.

Assim, o time de Memgod chegou completo para o confronto final da queda, contra Ruan e Lobato, da B4, bem posicionados. Melhor para os Panteras, que fizeram jus à fama e conquistaram o BOOYAH com 13 abates.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: Team oNe (+16 pontos)
Fluxo: +22 pontos; Vivo KEYD: +16 PONTOS

Voltamos a Kalahari, o mapa mais quente do Free Fire, para a penúltima queda do dia. Novamente, Santos e B4 se encontram em refinaria e, assim como na segunda queda, os Meninos da Vila saem na frente e eliminam Ruan. Porém, Lobato reverteu a situação e logo o Fluxo chegou na região fazendo o limpa, eliminando os jogadores restantes das duas equipes, que saem prejudicadas nas últimas posições da queda.

O Fluxo chegou em Kalahari querendo recuperar a liderança da competição e eliminou logo a Los Grandes, líder até então. Logo em seguida, Syaz levou a Netshoes Miners com duas granadas avassaladoras – quadra kill pro craque, um dos maiores da LBFF. Nobru mostrou porque é um dos melhores do mundo e garantiu a quarta colocação para os campeões.

A final ficou entre Team oNe e Corinthians, representado apenas por Ousado que tentava um clutch milagroso. E melhor para os Golden Boys que, após uma temporada de apenas um BOOYAH, começam bem a disputa. Porém, o Fluxo somou a incrível marca de 15 abates e liderou a pontuação da queda.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH: Vivo KEYD (+21 pontos)
Meta Gaming: +17 pontos; Netshoes Miners: +13 pontos

A última queda do dia começa com uma FURIA agressiva e eliminando dois jogadores do Santos. Além disso, o confronto logo envolveu a B4 e foi bala pra todo lado – a famosa “trocação ruim pra todo mundo”, onde todos os times acabaram desfalcados para o restante da queda. O Fluxo também perdeu duas peças no início da queda e a briga pela liderança da LBFF ficou na mão das Los Grandes, que garantiam um squad wipe incrível sobre a Team oNe – parece que a Série B fez bem.

Mas a Vivo KEYD corria por fora na briga pelo topo da tabela e eliminou a Los Grandes e a Codasolid. De repente, apenas 4 squads restavam: Meta, KEYD, Corinthians e Netshoes.

A Vivo KEYD tinha uma pequena vantagem de posicionamento, que foi o suficiente para o BOOYAH e, adivinhe só, para a liderança da competição. Após o segundo dia de confrontos, a equipe conseguiu somar 129 pontos e se isola na ponta.

Líderes de abates

Após o segundo dia de competições, Mamute se isola na liderança pelo MVP. Mas MTS007, da SS e-Sports, volta a se apresentar nesta segunda.

MVP - RODADA 2
Disputa pelo MVP após a segunda rodada da LBFF 5

Por fim, você pode conferir a classificação completa aqui. A LBFF 5 volta amanhã, dia 14 de junho, com os confrontos entre os Grupos B e C. As transmissões começam a partir das 19h (horário de Brasília) no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena. Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , , ,