SANTOS LBFF4

#TrajetóriaLBFF: Santos, meninos da vila

Dos campos para os e-Sports - conheça o Santos, a equipe que liderou a fase de pontos da quarta temporada da LBFF e coleciona abates

Dos campos para os e-Sports!

O Santos foi um dos primeiros grandes times nacionais a investir em categorias de e-Sports. Primeiramente com os consolidados CS: GO e League of Legends, a atuação extra campo teve início em 2018. O investimento no Battle Royale da Garena veio no ano seguinte e, apenas 5 meses depois, colheu os frutos no Free Fire.

Logo na primeira temporada da Série C, que garantia oito vagas diretas para a Série A, o time se consagrou campeão e conseguiu acesso à elite do Free Fire, de onde não saiu mais.

O sexto episódio da série ‘#TrajetóriaLBFF’ traz a história dos líderes da fase de pontos da LBFF 4: o Santos e seus meninos da vila.

A série C

O primeiro split da Série C da LBFF aconteceu em fevereiro e março de 2020 e contou com a participação de 1536 times. O torneio funcionava de uma forma diferente da de hoje: eliminação direta em séries de uma disputa (MD1). No fim de três torneios, os 48 melhores times em pontuação se classificavam para as eliminatórias.

A final foi disputada nos mapas Purgatório em Bermuda, em 5 quedas. Os meninos da vila já começaram garantindo um BOOYAH! e mostraram um desempenho regular no restante da final. Dessa forma, o Santos se tornou campeão somando 1265 pontos.

A lineup campeã contava com Felipe “Flocky”, Tallyson “BOSS”, Matheus “Lobato”, Ruan “RNZIN” e Gustavo “ONE” e o técnico “Cauan” Santana.

A LBFF 3 e o vice das Américas

Antes de mais nada, a expectativa pelo clássico paulista contra o Corinthians era grande. Os times disputavam a mesma call em Bermuda, e as promessas de confronto estavam escancaradas.

Após alcançar o topo, o Santos logo se firmou entre os grandes. A primeira participação na Série A não começou muito bem, mas quando o time se encontrou passou a figurar entre os favoritos, inclusive liderando a fase de pontos com larga vantagem sobre a segunda colocada, a Black Dragons.

Mas o time não conseguiu repetir na final o que vinha apresentando. Com um desempenho abaixo do esperado, terminou a competição apenas em sétimo lugar, com 202 pontos. No entanto, a colocação dava ao time o direito de disputar o play in da Free Fire Continental Series (FFCS), onde o time conseguiu a tão sonhada classificação.

Na FFCS um desempenho de campeão e um resultado considerado polêmico por muitos: Santos e Team Liquid empataram na liderança, com 151 pontos. A última queda dos meninos da vila foi considerada perfeita: Um BOOYAH! e 14 eliminações. Mas a cavalaria se sagrou campeã pelo critério de desempate – pontos por colocação. De qualquer forma, com o vice, o time levou US$ 50 mil.

O desempenho na LBFF 4

Para a LBFF 4 a equipe sofreu algumas mudanças: MVR e One9 deram adeus ao peixe. Passando a confiar na juventude, o Santos fechou parceria com a campeã da Série B, Real e-Sports, e incorporou Rush e Fon. Além deles, Gusz, ex MOB e-Sports, chegou para defender a camisa.

Como resultado das contratações, o time hoje tem a menor média de idade de toda a LBFF. Da formação original, que conquistou a Série C, restam Ruan, Lobato e o técnico Cauan.

Desde o início da quarta temporada, o Santos figura entre os favoritos. E não é pra menos: líder de abates da fase de pontos, 8 BOOYAH!’s e a liderança isolada, repetindo o feito da LBFF 3.

SANTOS RUAN LBFF
Ruan – Destaque do Santos e candidato à MVP da LBFF 4

E o favoritismo não para por aí: Ruan é o jogador com mais abates da temporada, 106 no total, e lidera a disputa pelo MVP.

Será que o peixe desencanta e garante a LBFF 4?

Como assistir a LBFF 4

As finais da LBFF 4 acontecem no próximo dia 20/03, às 13h. Acompanhe ao vivo na Loading e nos canais oficiais do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Trajetórias
Tags: , ,