Santos repete LBFF 3 e termina fase de grupos da LBFF 4 na liderança

O Peixe conseguiu os pontos necessários para ultrapassar o Fluxo e ser a melhor equipe da fase de grupos pela segunda vez seguida. Flamengo e Red Kalunga foram os times rebaixados

O Peixe conseguiu os pontos necessários para ultrapassar o Fluxo e ser a melhor equipe da fase de grupos pela segunda vez seguida. Flamengo e Red Kalunga foram os times rebaixados

A Liga Brasileira de Free Fire tem a conclusão de mais uma fase de grupos de altíssimo nível e jogos incríveis. O Santos, pela segunda vez seguida, foi o melhor time do certame e disputará a fase final com 12 pontos extras na conta.

Além disso, a última rodada disputada nessa segunda-feira (15) serviu, também, para confirmar os demais classificados no G-12, mais precisamente para as últimas três vagas, que ficaram com Vivo Keyd, Meta Gaming e Corinthians.

Já na parte de baixo da tabela, a Pain Gaming teve um ótimo desempenho em, contrariando todas as previsões, escapou do rebaixamento direto para a Série B. Flamengo e Red Kalunga, por outro lado, caíram direto.

Veja abaixo um resumo de cada uma das quedas da última rodada da LBFF 4.

Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: Pain Gaming (+ 17 pontos)

A primeira queda da última rodada mostrou que os times que precisam buscar algo nas partidas derradeiras é quem vão ditar o ritmo. Com pontuações muito próximas e sem muitos destaques, melhor para a Pain Gaming que, em sua luta particular contra o rebaixamento, contou com muito talento e sorte para conseguir seu BOOYAH.

Com as equipes mais fortes caindo cedo, coube a Corinthians, Flamengo, Black Dragons e Pain protagonizarem as melhores jogadas da queda. O detalhe, contudo, é que a vitória da Pain veio de modo bem inusitado. Com uma safe predict equivocada, a equipe ficou em um posicionamento bem ruim ao final da queda, vendo Flamengo e BD em melhores condições.

Porém, nem tudo o que parece é. A Pain, mesmo em condições adversas, eliminou o que restara do Flamengo e conseguiu enfrentar a BD mesmo em um local mais abaixo no mapa. Com uma boa ajuda do gás, a Pain saiu vencedora, somando, ao todo, cinco abates e saindo, naquele momento, da zona de rebaixamento.

Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Vivo Keyd (+ 21 pontos)

Santos inicia fulminante mandando a Furia para o lobby, conseguindo pontos preciosos para buscar a liderança, já a GOD, outra equipe da ponta da tabela, eliminou a Red Kalunga sem dificuldades, com quatro abates precisos e rápidos.

Os Deuses seguiram bem e conseguiram permanecerem vivos até o confronto maluco que reuniu Meta, Vivo Keyd e Flamengo, que culminou em sua eliminação. Com a GOD, que vinha bem, fora da jogada, a VK e a Meta, quietinhas até aquele momento, mediram forças para ver quem conquistava o BOOYAH – melhor para a Vivo.

Apesar do High Ground da Meta, que fez uma melhor safe predict, a VK se beneficiou do “empurrão” do gás contra os adversários e foi para o rush, conseguindo elimina-los sem perder nenhum jogador, garantindo, assim, o BOOYAH e uma boa subida na tabela.

Queda 3 – Bermuda

BOOYAH: Corinthians (+ 17 pontos)

A primeira queda em Bermuda seguiu um roteiro ruim para o pessoal da Red Kalunga: mais um wipe. Dessa vez o algoz foi o pessoal da Team Liquid, que afundou o adversário na zona de rebaixamento. Por outro lado, a Pain segue subindo e fez ótimos 15 pontos nessa queda, sobrevivendo até o confronto final entre Meta e o Corinthians, que foi o ganhador do BOOYAH.

Os atuais campeões mundiais fizeram uma queda impecável, com muita calma e precisão, sabendo agir na hora certa. O maior exemplo disso foi justamente no confronto com a Meta Gaming, que novamente foi uma das melhores colocadas e estava, naquele momento, na briga com o Timão por uma das vagas no G-12.

A trocação entre as equipes foi insana, mas o bom uso do lança por parte dos corintianos adiantou um pouco o serviço e ajudou no squad wipe perfeito.

Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: Santos (+ 24 pontos)

Na volta à Purgatório, a Red caiu mais uma vez, dessa vez sem zerar. Contra a Pain, que vai se livrando do rebaixamento, a equipe foi wipada, mas conseguiu, ao menos, um pontinho. Nada, porém, que aliviasse a sua barra.

Mais adiante, uma jogada incrível de Lobato, do Santos, que fez uma sequência de Capas contra o Flamengo, que acabou wipado. Já o Peixe, caminhava a passos largos para a liderança da LBFF 4, apresentando um Free Fire primoroso.

Depois de wipar o Flamengo, o Peixe dizimou a Pain Gaming e, posteriormente, a Meta Gaming, para fazer o melhor BOOYAH do dia, com 24 pontos, com 12 abates.

Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: Corinthians (+ 17 pontos)

A briga pelo G-12 segue e o Corinthians se supera a cada queda para tentar manter essa posição entre os melhores da LBFF 4. Com o BOOYAH em Kalahari e a dobradinha confirmada, o Timão fez uma queda muito equilibrada e pautada no bom posicionamento.

Apesar de não ser a equipe com mais abates e pontos na queda, o Corinthians soube como atacar na hora certa. Depois de ficar um bom tempo escondido, o time aproveitou-se de um momento de desatenção da Vivo Keyd, outra das postulantes do G-12, para fazer o wipe. Como restava apenas um jogador vivo, Pato, da GOD, o Timão deixou para o gás o trabalho de eliminá-lo.

Com o lucro de ter 10 abates, a GOD fez bem em manter Pato escondido para garantir mais pontos.

Já na briga contra o rebaixamento, a Pain acabou caindo cedo demais e deu chances para a Team One e o Flamengo se aproximarem. Red Kalunga, nessa queda, confirmou seu rebaixamento direto.

Queda 6 – Bermuda

BOOYAH: Furia (+ 22 pontos)

A última queda da fase de grupos da LBFF 4 foi tensa, parada, recheada de erros, mas acabou fazendo justiça. A Furia fez um jogo acima da média e garantiu um BOOYAH dos melhores do dia, principalmente porque jogou leve, pensando apenas em fazer o seu.

Por outro lado, equipes que brigavam pelo G-12 e contra o rebaixamento cometeram erros absurdos e, na ânsia de se garantirem, fizeram escolhas equivocadas, como o Flamengo e a Vivo Keyd.

No fim, a queda em Bermuda foi fortemente influenciada pelo emocional, com pouco brilho e jogadas burocráticas. Melhor para a Furia, que mostrou parte do que vimos durante toda a LBFF 4 e anotou 10 abates.

Classificados para as finais da LBFF 4

Santos, Fluxo, Furia, Loud, GOD, Team Liquid, Cruzeiro, SS e-Sports, B4, Vivo Keyd, Meta Gaming e Corinthians

Rebaixados para a Série B

Flamengo e Red Kalunga

As finais da LBFF 4 acontecem no próximo dia 20/03, às 13h. Acompanhe ao vivo na Loading e nos canais oficiais do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!.

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF
Tags: , ,